Empresariado apoia emenda a favor do clima

O setor da indústria de refrigeração e ar-condicionado manifestou nesta semana concordância com o teor da emenda ao Protocolo de Montreal. De acordo com o documento, aprovado no início do mês em Kigali, Ruanda, os países signatários se comprometem a reduzir drasticamente a produção e o consumo dos hidrofluorcarbonos (HFC). A substância substituiu os hidroclorofluorcarbonos (HCFCs) nos equipamentos de refrigeração por não atacar a camada de ozônio, mas tem potencial até mil vezes maior que o CO2 para o agravamento do efeito estufa.

Fonte: Site MMA
Imagem: Domínio Público

CBH Rio das Velhas e ArcelorMittal firmam parceria


Acordo prevê a reforma e operação do Viveiro de Mudas Langsdorff


O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas), por meio da Associação Executiva de Apoio à Gestão de Bacias Hidrográficas Peixe Vivo (AGB Peixe Vivo), e a ArcelorMittal Brasil assinaram um Termo de Parceria para a recuperação e operacionalização do Viveiro de Mudas Langsdoff. O Termo foi assinado no dia 25 de outubro, na sede da AGB Peixe Vivo, em Belo Horizonte e tem como objetivo recuperar nascentes e matas ciliares da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas e a mitigação dos gases de efeito estufa decorrentes das emissões geradas no transporte de produtos da ArcelorMittal Brasil até seus clientes finais.

Estiveram presentes na assinatura a diretora-geral da AGB Peixe Vivo, Célia Fróes, o diretor técnico da AGB Peixe Vivo, Alberto Simon, os assessores técnicos da AGB Peixe Vivo, Patrícia Sena e Thiago Campos, o vice-presidente do CBH Rio das Velhas, Ênio Resende e os representantes da ArcelorMittal Luciana Magalhães e Roberto Barbosa.

Após a realização da reforma, o viveiro de mudas entrará em operação com a produção de pelo menos 30 mil mudas anualmente. As mudas deverão ser repassadas na sua totalidade ao CBH Rio das Velhas e AGB Peixe Vivo para que sejam destinadas a projetos de recuperação hidroambiental contratados no âmbito do CBH Rio das Velhas ou projetos apoiados por este Comitê. Não será permitido o comércio de mudas pela ou mesmo a doação para terceiros sem que haja prévia autorização.

O Viveiro de Mudas Langsdoff foi inaugurado em novembro de 2012, no município de Taquaraçu de Minas,  na UTE Rio Taquaraçu, Região Metropolitana de Belo Horizonte. O local utilizado pelo viveiro Langsdorff é uma área cedida pela ArcelorMittal.

Imagem: Divulgação

Sarney Filho recebe assinaturas em prol de baleias



O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, recebeu, nesta quinta-feira (20/10),  cerca de 900 mil assinaturas referentes ao abaixo-assinado popular da campanha internacional pela criação do Santuário de Baleias do Atlântico Sul. O objetivo da campanha, lançada pelo Brasil, África do Sul, Argentina, Uruguai e Gabão, é sensibilizar a comunidade internacional para aprovar o estabelecimento de uma área de conservação das baleias que habitam o oceano Atlântico. Durante a cerimônia de entrega, no Rio de Janeiro, Sarney Filho reforçou a importância do Santuário para garantir um meio ambiente equilibrado, inclusive para as futuras gerações. “A criação do Santuário é simbólica e emblemática, pois as baleias são os maiores cetáceos do mundo e a sobrevivência da espécie tem a ver com o equilíbrio dos oceanos”. O ministro lembrou que, no Brasil, a caça já é proibida, mas “nós queremos que a proibição seja estendida a todo o Atlântico Sul. Os países da América do Sul banhados pelo mar atlântico apoiam e patrocinam essa criação”, destacou.

Tinna Oliveira, com informações do site do MMA
Imagem: Divulgação

Samarco: uma luz no fim do túnel?

O diretor-executivo de Recursos Humanos, Saúde, Segurança, Sustentabilidade e Energia da mineradora Vale, Clovis Torres (foto), assegurou a viabilidade da Samarco retornar suas atividades até meados de 2017. A sua afirmação - “sem dúvida alguma” - foi dada durante coletiva com jornalistas após a abertura do “World Mining Congress” ontem, dia 19, no Rio de Janeiro, em realização pelo Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram).

Segundo o executivo da Vale, empresa que responde por 50% do controle acionário da Samarco, ao lado da australiana BHP Billiton, “não faz sentido imaginar que toda vez que existir um acidente, como penalidade, a empresa tenha que deixar de existir. Tem que corrigir, sim, o erro que teria ocorrido, melhorar a situação das comunidades e fazer justamente o que é o propósito de sua existência: gerar emprego, gerar tributos, gerar riquezas”.

Imagem: Divulgação

Prêmio Hugo Werneck 2016 tem recorde de participação nacional


116 projetos foram selecionados para concorrer à maior premiação ambiental do país

O Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade & Amor à Natureza registrou, pelo sétimo ano consecutivo, crescimento de participação nacional. O nível de qualidade dos projetos inscritos contribuiu consideravelmente para isso: este ano, 116 foram selecionados, de vários estados, para concorrer às 15 categorias da premiação - índice 48% superior à edição de 2015.
Os vencedores serão conhecidos em solenidade a ser realizada no dia 29 de novembro, na capital mineira, e que contará com a participação do ministro de Meio Ambiente, José Sarney.
Criado em 2010, o Prêmio Hugo Werneck já recebeu mais de 900 inscrições e indicações e homenageou 111 projetos, personalidades e iniciativas. A premiação tem apoio institucional do Ministério do Meio Ambiente e do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad)/Feam-IEF-IGAM; da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg)/Sesi; Fecomércio-MG/Sesc-Senac; Prefeitura de Belo Horizonte; Fundação Dom Cabral; Sucesu Minas;  Associação Mineira de Defesa do Ambiente (Amda), do Centro Hugo Werneck de Proteção à Natureza e da Fundação SOS Mata Atlântica.

·         Tema: “Mudanças Climáticas – Qual a sua contribuição?”

A premiação de 2016 reconhecerá indivíduos, projetos e instituições que desenvolvem iniciativas sustentáveis que contribuem para reduzir os efeitos do aquecimento global. E que também incentivam a proteção do meio ambiente e a melhoria da qualidade de vida das populações.

·         Homenagem Especial

O homenageado especial de 2016 será o médium Chico Xavier (1910-2002), que há mais de cinco décadas já alertava para a urgência de como evitar o aquecimento global. Sua revelação climática - que aponta 2019 como a data limite para as nações respeitarem as diferenças, evitar a III Guerra Mundial e, assim, deixar de destruir a natureza e viver em paz -, tornou-se um alento para a evolução espiritual da humanidade. E uma orientação máxima para o ser humano deixar de aquecer o planeta.


Contatos: 

Assessoria de Imprensa
Luciano Lopes – luciano@souecologico.com
Cristiane Mendonça – cristiane@souecologico.com

VII Prêmio Hugo Werneck na reta final

Foram encerradas na última sexta-feira  (14/10), às 23h59, as inscrições e indicações para a sétima edição do “Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade & Amor à Natureza". Realizada pela Revista Ecológico, a premiação tem como tema para 2016 “Mudanças Climáticas – Qual a sua contribuição?”. E reconhecerá indivíduos, projetos e instituições que desenvolvem iniciativas sustentáveis para reduzir os efeitos do aquecimento global, incentivando a proteção do meio ambiente e a melhoria da qualidade de vida das populações.
Desde 2010, 111 projetos, personalidades e instituições de vários estados brasileiros foram agraciados com o troféu que leva o nome do ambientalista mineiro Hugo Werneck. O homenageado especial de 2016 será o médium Chico Xavier, que há mais de cinco décadas já alertava para a urgência de se preservar a natureza e evitar o aquecimento global.
Se você, sua empresa ou instituição não se inscreveu ou fez uma indicação, ainda dá tempo! Acesse www.premiohugowerneck.com.br, leia o regulamento, preencha a ficha de inscrição e anexe-a aos documentos exigidos. Participe e boa sorte!
Confira as categorias deste ano:
Abertas
1.       Melhor Exemplo em Água, Ar, Flora ou Fauna
2.       Melhor Exemplo em Educação Ambiental
3.       Melhor Exemplo em Inovação Ambiental
4.       Melhor Exemplo em Mobilização Social
5.       Melhor Exemplo do Terceiro Setor
6.       Melhor Anúncio ou Campanha Publicitária
7.       Melhor Empresa
8.       Melhor Empresário
9.       Melhor Político
10.   Destaque Municipal
11.   Destaque Estadual
12.   Destaque Nacional
13.   Personalidade do Ano

Específicas para patrocinadores
14.   Melhor Parceiro Sustentável
15.   Melhor Projeto de Parceiro Sustentável

CONTATOS

Inscrições e indicações
Janaína Ribeiro
(31) 3481-7755

Assessoria de Imprensa
Luciano Lopes – luciano@souecologico.com
Cristiane Mendonça – cristiane@souecologico.com



Conservador das Águas: conheça a história dos vencedores do Prêmio Hugo Werneck

Em 2015, o projeto “Conservador das Águas”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Extrema (MG), foi eleito pelo Prêmio Hugo Werneck como “Destaque Nacional”. A iniciativa, até aquele momento, envolvia 170 produtores rurais, tinha plantado um milhão de árvores e conseguia, assim, restaurar 30% das áreas de mananciais do município, na divisa de Minas com São Paulo.

E se você também conhece ou participa de alguma iniciativa ambiental, não perca tempo! As inscrições e indicações para o VII Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade & Amor à Natureza estão abertas até o dia 14 de outubro.

Sob o tema “Mudanças Climáticas – Qual a sua contribuição?”, a premiação irá reconhecer indivíduos, projetos e instituições que desenvolvem iniciativas sustentáveis que contribuem para reduzir os efeitos do aquecimento global e das mudanças climáticas.

Participe!

Confira as categorias deste ano:

Abertas

1.      Melhor Exemplo em Água, Ar, Flora ou Fauna

2.      Melhor Exemplo em Educação Ambiental

3.      Melhor Exemplo em Inovação Ambiental

4.      Melhor Exemplo em Mobilização Social

5.      Melhor Exemplo do Terceiro Setor

6.      Melhor Anúncio ou Campanha Publicitária

7.      Melhor Empresa

8.      Melhor Empresário

9.      Melhor Político

10.  Destaque Municipal

11.  Destaque Estadual

12.  Destaque Nacional

13.  Personalidade do Ano


Específicas para patrocinadores

14.  Melhor Parceiro Sustentável

15.  Melhor Projeto de Parceiro Sustentável



Imagem: Divulgação

Movimento florestal


Alexandre Mello, rosto sustentável e institucional da Vallourec, é o novo presidente da Associação Mineira de Silvicultura (AMS), em substituição a Maurício Bicalho. Quem assumiu a diretoria-executiva é Adriana Maugeri, da Plantar. Ela substitui César Reis, cujo legado em defesa das florestas plantadas é de longa data reconhecido pelo setor.



Imagens: Reprodução Linkedin / Reprodução