FAS premiada


JORGE Sampaio e Marcelo Rebelo (respectivamente, 
ex e atual presidente de Portugal), 
Virgílio Viana, superintendente da FAS, e Artur Santos, 
presidente da Fundação Calouste Gulbenkian
O “Programa de Monitoramento Participativo do Programa Bolsa Floresta”, da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), desenvolvido desde 2011 em parceria com o Instituto do Homem e Meio Ambiente (Imazon), foi um dos vencedores do “Prêmio Gestão Ambiental no Bioma Amazônia”, concedido pelo Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam).
Mas esta não foi a única conquista da entidade este ano: dirigida pelo ambientalista

Virgílio Viana, ela também foi a grande vencedora do “Prêmio Calouste Gulbenkian”, em reconhecimento ao trabalho de defesa e valorização da Floresta Amazônica, promovendo o desenvolvimento sustentável, a conservação ambiental e a melhoria da qualidade de vida das comunidades ribeirinhas no estado do Amazonas. No valor de 250 mil euros, o prêmio foi entregue em Lisboa, com as presenças do presidente de Portugal, Marcelo Rebelo, do superintendente-geral da FAS, Virgílio Viana, e do presidente da Fundação Gulbenkian, Artur Santos Silva. O dinheiro será destinado a projetos sustentáveis realizados com comunidades do bioma.

Imagem: Márcia Lessa
Próxima Postagem
« Prev Post
Próxima Postagem
Próximo Post »
0 Deixe seu comentário!