O recado de Simões



Emblemática e bem-vinda a fala recente de Roberto Simões, à frente do Sistema Faemg. Foi durante o "2º Seminário Ambiental Solo e Água: Manejo e Conservação", realizado em BH pela entidade, a conferir: “Cada vez mais, estamos buscando assumir uma posição mais  proativa, nos posicionando como protagonistas nos temas relativos à conservação do meio ambiente. Há décadas desenvolvemos diversas ações nesse sentido, algumas pelos sindicatos rurais, outras através de eventos e treinamentos oferecidos pelo Senar Minas. Pretendemos, cada vez mais, fortalecer e coordenar essas ações. Nós, produtores rurais, somos quem convivemos com as questões de solo e água em nosso dia a dia. Somos os maiores interessados em sua preservação”. Faz sentido.

Kinross certificada



No início de julho, a Kinross foi contemplada com o “Selo de Sustentabilidade” na 13ª edição do “Programa Benchmarking Brasil”, que reconhece as empresas com as melhores práticas socioambientais e de respeito à natureza. A certificação se deu na categoria “Manejo e Reflorestamento”, com o “Projeto Curvas de Nível Verdes para Recuperação de Áreas Degradadas”. Aproximadamente 12 hectares de área interna da empresa estão em recuperação, por meio da aplicação dessa metodologia criada pela sua equipe de Meio Ambiente e Sustentabilidade. Ano passado, a Kinross foi finalista no “V Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade”, com um trabalho impressionante de recuperação de veredas na região de Paracatu (MG), onde também atua.  

Premiado e ignorado




fotógrafo Gualter Naves foi o vencedor da categoria “Yellow”, do Concurso Mundial de Fotografia da revista francesa PHOTO, com uma das imagens da série “Brasil Futebol Clube”. A foto (à esquerda) foi clicada no Aglomerado da Serra, na capital mineira, quando jovens moradores da comunidade jogavam bola em um fim de tarde ensolarado. O pedido das imagens foi feito pela Agência Reuters para um especial sobre a Copa do Mundo, realizada ano passado no Brasil. A revista PHOTO é referência em fotografia desde 1957. Em tempo: Gualter também ganhou o primeiro lugar geral com uma foto (à direita) do carnaval de 2013 da capital mineira, em um concurso promovido pela Belotur. E até hoje não conseguiu receber o prêmio em dinheiro. Muito menos o desejo declarado do prefeito Marcio Lacerda de urbanizar o tal campinho da comunidade que faz divisa com o Parque das Mangabeiras virou realidade. A Sudecap não informou sobre a existência do projeto. 

Ecológico compartilhada



Foto: Janaína de Simone
Além da Fundação Dom Cabral, que está distribuindo exemplares da Ecológico em todos os seus campi em Minas, Rio e São Paulo, mais cinco outros parceiros nossos estarão distribuindo gratuitamente a mais jornalística publicação brasileira sobre sustentabilidade. São eles: as redes hoteleiras Bristol, Mercure, San Diego e Quality, no total de 20 hotéis em BH, onde seus funcionários e hóspedes terão acesso à revista, que ficará disponível nas recepções; e a unidade do Supermercado Verdemar no Jardim Canadá, em Nova Lima. A ação no Verdemar, iniciada mês passado, é um sucesso: em apenas 15 dias, a tiragem inicial de 3.500 revistas se esgotou. Quem quiser pegar seu exemplar, é só se dirigir ao display (foto) localizado na entrada da loja.

Cenibra exemplar



Fato e tempo raros no meio empresarial florestal, desde 1990 a Cenibra vem apoiando financeiramente o “Projeto Mutum” em sua RPPN Fazenda Macedônia, no Vale do Aço. Trata-se de um trabalho pioneiro de reintrodução de aves silvestres ameaçadas de extinção (foto), realizado via acordo de cooperação técnico-científica com a Sociedade de Pesquisa do Manejo e da Reprodução da Fauna Silvestre (Crax), leia-se Roberto Azeredo. A propósito, ele tornou pública essa gratidão à empresa presidida com mãos verdes por Paulo Brant. Foi na solenidade de entrega do “Prêmio Bom Exemplo 2015”, da TV Globo Minas. Roberto venceu na categoria “Meio Ambiente”. A natureza também agradece.

Adote o Verde



Foto: Vander Bras/PBH
A Prefeitura de BH lançou, em junho,  o “Selo de Boas Práticas”, iniciativa que busca valorizar os parceiros do programa "Adote o Verde". Na ocasião, também foi celebrada a 140a assinatura do convênio, firmado com a Associação dos Amigos da Rua Goitacazes. A entidade se comprometeu a cuidar de 18 canteiros entre as ruas da Bahia e Espírito Santo, incluindo o primeiro parklet (foto) - espécie de varanda urbana que substitui estacionamentos por espaços verdes - da capital. O "Adote o Verde", que tem como objetivo estimular pessoas e empresas a cuidarem de áreas verdes públicas, está se destacando. Na Região Centro-Sul, conta com 125 parceiros, que cuidam de 62 praças, 31 canteiros centrais de avenida e 47 jardins públicos.