Lembrança

De outro lado, também vale lembrarmos o que nos dizia o velho e saudoso jornalista José Geraldo Bandeira de Mello, mais generalista impossível, então assessor de imprensa do ex-governador Hélio Garcia, sobre o sofrível e desecológico desempenho da maioria dos nossos políticos (caídos de paraquedas) em cargos executivos: “A questão é que eles sempre acham que a história começa e termina com eles. Levam os primeiros dois anos tentando destruir toda e qualquer lembrança de seus antecessores. E os dois anos restantes tentando implantar a sua marca, o que vieram fazer ali. Mas aí já é tarde. Acaba o mandato e começa outra eleição. Tudo de bom que podiam ter continuado e acrescido também vai ser desconstruído, nesta lógica, pelos seus futuros substitutos”. Esta é a notícia ruim que não sai na imprensa, Bandeira concluía: “Perdemos todos”.
Próxima Postagem
« Prev Post
Próxima Postagem
Próximo Post »
0 Deixe seu comentário!