Presentei-vos!


Quer se dar um presente bacana, ainda podendo levar quem você ama, incluindo seus parentes e amigos? E sair todo mundo feliz, redescobrindo o prazer da música, os nossos sentimentos mais verdadeiros e a arte de sobrevivermos com sabedoria e gingado, entre o ciúme, o amor e boemia? Vá correndo assistir ao musical “Samba, Amor e Malandragem”, que ficará em cartaz no Teatro da Cidade, em BH, até 14 de dezembro. Com roteiro e direção brilhante de Kalluh Araújo, trata-se de um espetáculo refinado, empreendido pela teimosia e genialidade artística de Pedro Paulo Cava, que não fica nada a dever às produções e atores cariocas em se falando de samba. É impressionante a atuação do elenco mineiro, onde todos são bons atores e cantores, interpretando canções raras e belíssimas, com um toque de Chico Buarque. Dá um orgulho danado assistir a este musical poético. Nosso coração, tão sofrido nesses últimos tempos, sai preenchido de poesia novamente, e com gostinho de quero mais. Vale conferir! É às sextas e aos sábados e domingos no teatro mais charmoso e afetivo de BH. A Ecológico aplaude!

Mostra Rigoletto



Figurinos da ópera Rigoletto serão expostos no Memorial Vale
Em ação conjunta com a Fundação Clóvis Salgado, a Vale apresenta a “Mostra Rigoletto” no Memorial Vale entre os dias 19 de novembro e 23 de dezembro. Estarão em exposição os figurinos concebidos pela argentina Sofía Di Nunzio para a ópera encenada, de 18 a 29 de outubro de 2014, no Grande Teatro do Palácio das Artes. Ambientada na Paris do século XIX, a montagem de Rigoletto, concebida pelo diretor cênico André Heller-Lopes, brindou o público mineiro com um espetáculo moderno e, ao mesmo tempo, clássico. Poderão ser apreciados trajes masculinos e femininos, com modelagem de época, que vestiram os personagens do drama de Verdi.  

Cemig climática e a mais transparente

Cemig climática e a mais transparente

A Companhia Energética de Minas Gerais é a empresa nacional que mais se destacou no quesito “Transparência” na divulgação de informações relacionadas a mudanças climáticas, em 2014. O questionário realizado pela ONG CDP, sediada em Londres, Inglaterra, foi respondido por 52 grandes empresas brasileiras. A Cemig obteve a maior pontuação em transparência, alcançando 98 pontos do total de 100. Segundo o superintendente de Sustentabilidade Empresarial da Cemig, Luiz Augusto Barcelos, esse desempenho expressivo “reafirma o comprometimento da empresa para uma economia de baixo carbono, informando, ao mercado de capitais do país e do exterior e à sociedade em geral, os esforços conseguidos para a redução dos efeitos causados pelo aquecimento global”.

Aproximadamente 99% da geração de energia da Cemig é proveniente de fontes renováveis como hidráulica e eólica, proporcionando uma baixa emissão de gases de efeito estufa. Ela também foi selecionada para compor a carteira do Índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI World) pelo 15º ano consecutivo. A concessionária mineira é a única empresa do setor elétrico do Brasil e da América Latina a integrar esse índice mundial desde a sua criação, em 1999. Para conhecer as ações da Cemig na área de mudanças climáticas, é só acessar www.cemig.com.br