Mineração urbana




Está sendo criada aquela que poderá se tornar a maior empresa de reciclagem de eletrônicos do Brasil, a e-Recicl@. A empreitada, em curso, terá como base a Região Metropolitana de BH. Seu objetivo é resolver de vez a questão de descartes de computadores e celulares. Os criadores do projeto, Willer Pós (WHPos Ltda) e Francisco Souza (Brandt -Tecnologia de Resíduos) garantem  que a iniciativa colocará Minas no mapa da reciclagem mundial de eletrônicos, com produção de metais básicos, preciosos. “Hoje, grande parte do lixo eletrônico do nosso estado é enviado para São Paulo, de onde é exportado para vários países da Europa e Ásia, ou descartada de forma inadequada”, explica Willer, que é membro do Conselho Editorial da Revista ECOLÓGICO e já presidiu o IGAM e a FEAM. A iniciativa mineira prevê a valorização do resíduo e gerará mais empregos e renda que muitas pequenas mineradoras do setor, com uma diferença: sem barragens de rejeito, sem cavas ou desmatamentos. É a chamada “mineração urbana” que, lentamente, se incorpora ao cotidiano das cidades.
Próxima Postagem
« Prev Post
Próxima Postagem
Próximo Post »
0 Deixe seu comentário!