O Mineirão do Saara




Que me perdoem o nosso cruzeirense senador Aécio, os atleticanos governador Anastasia, prefeito Marcio Lacerda, seu filho Tiago e o meu amigo Gustavo Penna, representando os arquitetos, engenheiros e urbanistas envolvidos na concepção do novo Mineirão recém-entregue a todas as torcidas do planeta. Eu fui lá outro dia, dia normal de semana. E como todo mineiro que se preze, e vê antes de assuntar, o tamanho e o jeitão do que se quer falar, fiquei horrorizado!

Eu tinha ficado assim antes, olhando já desconfiado as perspectivas paisagísticas e sem verde do futuro Mineirão. Mas o que constatei agora ali, não tem explicação nem humanismo básico. Só cimento, desolação e aridez onde já havia muito verde. Todo o seu novo redor e espaços internos e vazios do novo estádio parecem ter sido planejados para se tornar palco de um culto profano e antiecologico: o de expor, de propósito, os torcedores ao sol inclemente de Minas – o Estado mais solar e com a temperatura em elevação do Brasil – e a todos os possíveis tipos de câncer que esse desamor provoca.

Ali não há sombra natural pra ninguém. Seja para um torcedor idoso, já cheio de manchas suspeitas, escuras e vermelhas nas mãos, braços ou rostos. Seja para uma criança de colo, assando no carrinho de lona ou plástico sobre o asfalto ou cimento. Seja para os camelôs e barraqueiros, não há onde se refugiar. As únicas sombras possíveis são artificiais e personalizadas só pra quem trabalha sob tendas de plástico, que também não evitam a claridade, fazem arder os olhos e potencializam mais calor e desconforto ainda.

O que os autores e paisagistas do novo estádio dos mineiros fizeram no lugar de milhares de árvores que existiam ali? Plantaram algumas mudas aqui e outras acolá, numa economia de gasto desumana. E onde podiam plantar, dentro e fora do Mineirão (e há áreas imensas pra isso, somente gramadas), também foram desecológicos. Simplesmente se esqueceram do verde, de tantos bougainvilles que, possíveis e com baixo custo de manutenção, poderiam colorir e alegrar todos os muros de cimento do novo Mineirão.

Por que isso? Seria uma ojeriza burguesa negarmos a nossa origem bucólica? Ou vergonha boba  e colonizada de mineiro, de querer  imitar a Europa, onde o clima e seus espaços públicos são diferentes?




Clique na foto para ampliar
 Da esquerda para direita: como está, como era e como foi prometido o estádio Magalhães Pinto (Mineirão)*

O PERDÃO É VERDE

Esses nossos urbanistas não devem saber da história vergel e ambiental de BH. Não sabem que, quando as primeiras secretaria e lei municipal de Meio Ambiente da capital mineira foram criadas, fruto da luta dos ambientalistas nas gestões de Hélio Garcia e Sérgio Ferrara, a prefeitura fez uma pesquisa para descobrir porque 70% das mudas de árvore plantadas anualmente nas imediações do estádio, notadamente ao longo das avenidas Antônio Carlos e Carlos Luz, não vingavam, eram todas quebradas após cada jogo.

A resposta foi simples. Quando o Atlético perdia, seus torcedores, de raiva, descontavam nas coitadas das mudas. Quando era o Cruzeiro a perder, os integrantes da Máfia Azul faziam o mesmo. Como não podiam bater nos juizes e bandeirinhas, nem xingar mais do que já xingavam suas respectivas mães, ambas as torcidas agiam emocionalmente: quebravam todas as pequenas e futuras árvores que viam pela frente.

 O que a Prefeitura fez? Uma grande campanha de esclarecimento junto às torcidas, e nos próprios telões do estádio, antes de cada jogo. O resultado foi uma redução quase absoluta, com quase 100% de adesão, eliminando esse vandalismo.

Mais. Seus torcedores passaram a plantar árvores junto com os funcionários da SMMA em todas as áreas de estacionamento. Isso explica porque, já crescidas, elas passaram a dar sombra para milhares de carros, amenizando sobremaneira o clima de deserto que já havia no projeto original do estádio. Árvores que, mesmo adultas, com flores e passarinhos morando, foram mutiladas sem dó nem piedade no novo projeto.

Como Guimarães Rosa descreve em “Grande Sertão:Veredas”, mostrando o calor e a desolação humana no cenário devastado da caatinga baiana virando deserto, reproduzido no novo Mineirão, o Saara mineiro parecer ter mesmo uma sofrível e colonialista explicação. A de que a maioria dos nossos arquitetos e urbanista ainda sofre da chamada Síndrome Européia, que é querer repetir aqui, no continúo ensolarado e tropical país que vivemos, o mesmo modelo dos países europeus, onde neva e falta luz do sol em grande parte do ano. E, por isso mesmo, não existem nem fazem tanta falta árvores, bosques e florestas conjungados sobreando seus espaços públicos.



AINDA QUE TARDE

Não seria o caso de todos os responsáveis pelo novo, árido e indiscutivelmente cancerígeno Mineirão voltarem hoje ali e – sem preconceitos, mas com a humildade e sabedoria que as montanhas nos ensinam e nos faz diferentes - terem um novo olhar sobre o seu antiecológico, desamoroso e socialmente injusto paisagismo?

Será que eles sabiam que, na comparação com outras nove capitais, BH registrou, em 100 anos, um aumento médio de temperatura de 1,5 graus? E que, segundo um estudo da UFMG, desde 1911 a nossa umidade relativa do ar caiu 7%, chegando a 66,2%, e a temperatura mínima média aumentou 2,7 graus, passando de 15,2 para 17,9 graus? O que nos obriga a usar (e não usamos) filtro solar diariamente, haja sol ou apenas a sua claridade aqui severamente potencializada?

Afinal, nós só temos esse Mineirão, e o amamos, tal como amamos os nossos times. E o que cabe de verde ali dá pra compensar todas as árvores que, atleticanos, cruzeirenses e americanos ajudamos a plantar e não existem mais, por insistirmos em sermos “cidadãos modernos” de uma Europa que, felizmente, não somos.

Mesmo não tendo mar, BH já tem mais casos de câncer provocado pela nossa demasiada exposição ao sol que Florianópolis e oito outras metrópoles litorâneas no nordeste (Salvador, São Luís, João Pessoa, Recife, Natal, Aracaju, Fortaleza e Maceió). Isso mesmo. Esse dado alarmante é do Instituto Nacional do Câncer. E sua estimativa para 2013 – quando o Mineirão e seu entorno sem sombra atrairão um público imenso e permanente - é que mais mulheres que homens serão vítima de câncer de pele. Serão 95 delas, e muitas torcedoras, em busca de tratamento para cada 100 mil habitantes de BH, contra a média nacional de 68.

Isso é triste, e também fere a nossa história bucólica. Cadê a Cidade Jardim, a Cidade Vergel dos versos de Olavo Bilac ou a Paris Brasileira, o Belo Horizonte de clima ameno que fez até um Noel Rosa, o poeta da Vila, buscar a cura de sua tuberculose aqui, e também apaixonar-se por ela? Cadê um Mineirão saudável, também verde por fora, com nossas torcidas protegidas naturalmente contra o sol e as doenças que, assim desrespeitado, ele pode nos provocar?

Por amor, Aécio, Anastasia, Márcio, Tiago e Gustavo Penna. Liderem, ainda que tarde, esta reesperança!


*Crédito das fotos da esquerda para direita: Ecológico, André Ruas e BCMF




Próxima Postagem
« Prev Post
Próxima Postagem
Próximo Post »
269 Deixe seu comentário!
«Mais antigas   ‹Antigas   1 – 200 de 269   Recentes›   Mais recentes»
avatar

É muito triste ver tantas arvores no nosso antigo Mineirão e depois ver que TODAS foram arrancadas dessa forma. A única beleza que existia ali foi retirada, agora esta tudo em puro concreto e sem verde nenhum, um absurdo, tanto para a beleza do nosso Mineirão quanto com as arvores que dali foram retiradas, fazendo com que não tenha mais uma sombra fresca, tirando vidas de uma forma terrivel. Que paisagismo é esse onde só se vê cimento e concreto? Aonde esta a beleza disso? E as arvores que foram retiradas, pra onde foram? Um grande absurdo!!

Isabela Deuner de Resende Turma 2ºC Ensino Medio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Oi Isabela! A matéria sobre o Mineirão gerou muitos comentários de indignação! Realmente é triste! Continue nos enviando sua opinião, ela é muito importante para nós!

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

Realmente muito triste o que as pessoas (no caso os arquitetos e responsáveis) são capazes de fazer mesmo tendo em mente as consequências que isso pode trazer. Parece que esqueceram os inúmeros benefícios que as árvores nos proporcionam.
É preocupante ver a velocidade com que a paisagem,em Minas ,está se tornando acinzentada pelo concreto.
As nossas cidades e também o grande espaço ao redor do Mineirão precisam ser verdes, precisam de uma maior quantidade de árvores e jardins para que a população tenha melhor saúde.

Gustavo Silva Mercês Turma 2ºA
Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Infelizmente cada dia que passa nosso verde está sumindo, dando lugar a paisagens artificiais como aconteceu com a área do Mineirão, onde o verde foi substituído por cimento, as árvores por tendas, sendo assim não há sombra natural.
O Mineirão com certeza poderia ter ficado mais bonito com uma imensa área verde, mas talvez os envolvidos nessa construção queriam imitar outros países e se esqueceram que o clima e seus espaços públicos são diferentes.
Apesar de sua bela estrutura, a beleza de antes foi destruída de forma brutal, não era necessária a retirada de tantas árvores!!

Gabriel Araújo Ferreira - 2° D - Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

A única explicação que se tem para essa ampla devastação seria interesses humanos que na minha concepção são extremamente fúteis .
Fico desolada , como um ser de plena consciência não reivindica aquilo que faz parte de seu meio social sendo ele totalmente arruinado prejudicando a si mesmo . È preciso ser crítico e questionar aquilo que acontece ao nosso redor tendo uma percepção do que esta sendo feito para reconstituir essa degradação .
Segundo a Secretaria de Estado da Copa do Mundo diz que a supressão das árvores do Mineirão foi necessária para a construção da esplanada , e diz que a recompensa ambiental será o plantio de 10,4 mil mudas .
Não só espero que essas mudas sejam plantadas , mais que também haja acompanhamento destas. Sendo elas de origem nativa .

Lilian Cristine Martins - 2° A - Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Eu sou frequentadora da área do Mineirão, passo por lá todos os dias, então posso dizer com convicção que o trabalho lá feito foi uma agressão ao meio ambiente e à população, que por mais que seja só em eventos esportivos, frequenta a área. Como eu disse, passo por lá todos os dias e a sensação que eu tenho é de uma verdadeira desertificação. Um calor insuportável, o sol que bate fortemente e diretamente em nós. Isso além de gerar danos à saúde, também gera graves danos á mente, como o stress, ocasionado pelo calor.
Infelizmente o mal já foi feito, mas não podemos, jamais, nos calarmos. Ainda há muito o que ser feito , e uma dessas coisas é não deixar que isso se repita no Mineirinho, por causa das obras das Olimpíadas. Juntos e conscientes de nosso poder, nós conseguiremos muitas coisas.

Amany Ali Seghayer- 2°A- E.E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Considerando oque e feito nas cidades e grandes metrópoles nos dias atuais nao sao voltadas para o bem estar e praticidade de seus habitantes, mas sim para o governo atingir a sua cota de promessas que foram feitas na época de suas campanhas eleitorais.Com isso esquecendo a importância e os benefícios de uma areá arborizada como a que havia na região do Mineirão,alem dos prejuízos que ocorre com a falta de arvores em uma região com grande fluxo de carros e transporte publico.
Uma coisa que se pensada um pouco mais poderia evitar vários problemas urbanos ,de saúde publica e ate mesmo de estética.

Matheus Felipe DiasTurma 2ºC Ensino Medio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Olá pessoal!
Que ótimo saber que a matéria tem gerado vários comentários na turma de vocês! Temos muitas matérias sobre assuntos semelhantes também no nosso site www.revistaecologico.com.br
Abraços ecológicos!

Balas
avatar

Dá até preguiça de ir aos jogos no mineirão. Fui na reinauguraçao do mesmo, e o calor estava insuportável! Você procura uma sombrinha qualquer para se refugiar e nao acha nada, o que vê é apenas os raios solares aquecendo tudo!
As árvores com tantas funçoes importantes que melhoram a qualidade de vida, como amenizar o calor, melhorar a qualidade do ar, e até mesmo deixa a paisagem muito mais bonita!
Sem falar que as melhores árvores para dar sombras são as grandes. E delas nós não vamos ver lá tão cedo, pois cortaram as nativas para colocarem mudas. Mudas? Mudas que não dão grandes sombras, que têm muito mais facilidade para morrer e não se sabe se elas vão realmente vingar! Porque trocar o certo pelo duvidoso? Espero realmente que os orgãos responsaveis façam o reflorestamento dessas áreas, porque ninguém merece ir ao mineirão com um sol de 37ºC e não ter nenuma sombra para se proteger né?

Luana Lopes Rocha Turma 2ºB Ensino Médio
E.E.Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

Pois é. Estou muito orgulhosa de vir que nossa discussão repercutiu e indignou. As políticas públicas são fruto da vontade popular e um dos locais ideais para estudarmos os resultados das mesmas e nossas aspirações, é justamente a Escola. A abordagem do antes e depois do Mineirão é uma dentre tantas barbaridades promovidas pelo poder público de BH e MG em prol de um desenvolvimento a todo custo. Esperamos que esta seja apenas uma das discussões virtuais que estejamos envolvidos no Projeto:" Áreas Verdes e Fiação Subterrânea: uma realidade possível em BH?" Obrigada Iram por promover oportunidades como estas. É a juventude intervindo no espaço em que habita.
Ah e mais uma coisinha... "o que deu em nossos projetistas"? Áreas Verdes não é luxo é questão de SAÚDE PÚBLICA. Os ilustríssimos senhores têm avós? Filhos? Qual o futuro estão deixando para essas gerações?
Andrea Regina Mello Fonseca
Professora de Geografia
Turmas: 2ª e 3ª Séries E. Médio - E. E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Realmente nos espanta tanta informação que definitivamente nos deixa desolados e espantados . O que aconteceu com aquela Belo Horizonte tão falada pelos seus verdes , por sua paisagem bela e favorável para nossa saúde ? Infelizmente a resposta que temos não é a que esperamos e que precisamos ter . As árvores que foram cortadas sem dó nem piedade , sem a consciência de que todas aquelas , e as da nossa grande cidade são de suma importância para a nossa saúde e nosso bem bem estar , são aquelas que dentro ou fora do Mineirão nos faziam sombra , que nos ajudavam a não agressão do nosso ecossistema devido a poluição de gás carbônico obtido em nosso ar , que nos refrescavam do sol escaldante em que BH se encontra atualmente , diminuía os raios ultra-violetas que atingem diretamente nossa pele podendo levar a um câncer , nos dava ar puro e fresco e nos faziam ter gosto de olhar ao redor e de ver aquela paisagem verde e saudável para nós...mas que agora , são encontradas pelo toco . E o mais absurdo é que o poder público fecha os olhos para isso , até hoje ainda não foram implantadas as novas árvores para repor as que foram dizimadas , e pelo que nós , população consciente de BH sabemos em relação poder público , é que não será por agora que eles irão repor todas elas . Mas nós sabemos o que é certo , o que realmente é importante para nossa cidade e para nosso bem estar , talvez não seja agora com a indignação de tantos jovens e estudantes , mas ao longo do tempo podemos fazer com que o governo não nos deixe , e nem nossa Belo horizonte em segundo plano . Mas o que mais me intriga e me faz pensar todos os dias é de que adiantará médicos e profissionais acharem a cura para o câncer , se o próprio poder público faz com que nós o tenhamos-o cada vez mais rápido ?

Sasha Cristhie Ferreira 3°D Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

nosso país seria melhor se não houvesse tantas regalias,se as pessoas importantes do nosso país não se preocupassem tanto com políticas com futebol,e etc..e sim parar um pouco, e preocupassem com as áreas verdes.
Mas enfim,o mais importante é :lutar por aquilo que é nosso, e se estamos fazendo parte desse país então vamos lutar pela natureza,vamos ser contra o desmatamento, contra afiação aérea,e vamos lutar pelas árvores que ainda nos restam,se todos soubessem o quanto ,as árvores são importantes para nossa saúde,as pessoas não fariam essa maldade,por que pra mim é considerado maldade,machucar as árvores,afinal não é a árvore que está atrapalhando é eles que atrapalham cortando elas!gente não vamos mais deixar isso acontecer,o que será das pessoas que futuramente habitarão na terra? vão praticamente morar em um deserto né? então é inaceitável tudo isso,aceitar que tirem de nós o principal remédio.
JANINE RODRIGUES 2º/B

Balas
avatar

O que estamos presenciando com esse novo cenário do Mineirão em belo horizonte é realmente muito triste e chocante. Diferente do espaço coberto pelo denso verde que vinha das árvores, agora se destaca um grande monumento de concreto. A cor fria, sem vida, e cinzenta chega a refletir a perda que tivemos de tantas árvores que nos ofereciam diversos benefícios, que na minha opinião comprometeu a grandiosidade desse projeto que será exposto ao mundo inteiro.
Contradizendo com o reconhecimento de ''cidade muito arborizada'' o Mineirão é só um dos muitos descasos com as àreas verdes da cidade, que estão, infelizmente e irracionalmente, ocorrendo em Belo Horizonte. Afinal muitos deles podem ser evitados, basta revermos as nossas prioridades e nos conscientizarmos da importância que devemos ao nosso lar.
Modernização não é sinônimo de destruição.
Laura Almeida Garcia 3ºC - Ensino Médio - Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

Belo Horizonte.Uma cidade muito caracterizada pelo seu verde. Mas pela ganância de expandir a cidade, acabaram retirando o nosso bem natural, e será que no futuro, quando se falar em Belo Horizonte, pensaremos em uma cidade arborizada? Bem, no ritmo em que está, em pouco tempo, não veremos mais o nosso verde, mas sim, uma cidade concretada, sem nenhuma cor para contemplarmos, apenas o cinza.
Em uma área urbana, é de suma necessidade termos as áreas verdes, porque além de deixar o ambiente bem mais agradável,diminui a poluição que produzimos. E nisso o poder público parece não se preocupar, pois sabem em como uma árvore é importante e mesmo assim a destroi, tudo para conseguir os seus objetivos .É o caso do Mineirão, que não foi retirada "só" uma árvore, mas milhares. Um lugar que foi agradável, que nos dias de jogos protegiam os torcedores dos raios solares. Hoje com um clima desértico é um lugar insuportável de ficar.
Portanto, essa atitude do poder público, não está sendo muito bem aceita por nós estudantes, pois há tanto o que fazer em nossa BH que tem muito mais prioridade e importância do que reformar um estádio de futebol, matando diversas espécies de árvores e prejudicando a nossa fauna.
Com isso, pelo menos uma coisa esperamos do poder público, é o reflorestamento.
Amanda de Oliveira Matos 3°C - Ensino Médio - Escola Escola Estadual Madre Carmelita.

Balas
avatar

É um absurdo, terem retirado todo verde para fazerem essas obras, certamente me pergunto, para onde levaram todas aquelas arvores? Uma falta de consiência ambiental, pois todo aquele verde, além de amenizar o calor, tenho por mim que fazia muito bem as pessoas. Creio que antes de terem feito essas obras, deveriam ter pensado um pouco mais, pois se a cada obra que forem fazer retirarem uma aréa verde, logo viveremos debaixo de “árvores artificiais”, e um pouco mais a frente perguntaremos a nós mesmos, “aonde está o verde que nos dava conforto , e melhor qualidade de vida” ?!? Só assim as pessoas que só pensam em fazer obras e mais obras, no lugar de áreas verdes vão sentir o quão prejudicado fomos, por um dia elas terem sido de fato egoístas e não terem pensando no futuro !

Jaíne S. Vieira 3º C - Ensino médio
E.E Madre Carmelita

Balas
avatar

A grande e esperada reforma do mineirão para a copa do mundo de 2014 finalmente está pronta. Mais o que poucos sabem é o quanto essa reforma custou para nós cidadãos, uma área verde foi completamente destruída por causa dessa reforma. Todos ficam cobrando o andamento das obras dos estádios,mas não sabem realmente o prejuízo pra estas reformas acontecerem. O mineirão antes era coberto por árvores por todos os lugares, com sombra e agora se vê apenas concreto. E se pode esperar que mais áreas verdes serão 'eliminadas' por causa da copa de 2014.
É triste pensar que em cada evento que acontecer aqui, mais áreas verdes serão destruídas e poucas serão recuperadas novamente. Ninguém pensa na grande importância que as árvores têm em nossas vidas diariamente ?
Estamos realmente preparados para receber um evento desse porte ? Eis a questão.

Thais Albuquerque da Costa 3ºC - Ensino Médio - Escola Estadual Madre Carmelita.

Balas
avatar

Sabemos que,nos dias atuais,a sociedade demonstra cada vez mais indiferença perante este assunto.Na correria do dia a dia,muitas vezes acabam não percebendo o quão é importante lutar para que a vida de uma árvore seja preservada.O que vemos,são árvores centenárias sendo cortadas de forma indiscriminada,como no caso das obras no Mineirão destinadas à Copa de 2014.Obras ,estas,realizadas sem nenhum pudor para com o meio ambiente.Esta é uma situação que nos deixa indignados.É notório que desenvolvimento econômico não deve estar associado a destruição ambiental.Temos sim,uma obra de grande porte,isto é certo,mas,convenhamos,do que vale uma obra dessa magnitude se não possuímos mais a grande quantidade do verde para purificar o ar,melhorar o aspecto da região e abrigar a variedade de pássaros que lá existiam? Respeitar a natureza é respeitar a própria vida!

Carolina Sant’Ana Chaves/3°c – Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Belo Horizonte, uma das cidades sedes para a copa de 2014. Vários investimentos foram feitos para recebermos um evento deste porte, mas será que realmente estamos prontos?
O governo investiu no nosso estádio para aderir aos padrões da FIFA, mas com todo esse investimento, deixou nosso Mineirão sem vida, retirando todas as árvores que beneficiavam os torcedores, proporcionando sombra, mas com o novo Mineirão isso não é possível, agora só encontramos cimento.
Os nossos projetistas deveriam se preocupar mais com as áreas verdes do nosso estadio, pois quando terminar a copa do mundo de 2014, esse grande patrimônio ficara para nós mineiros e será que após a copa reimplantarão as árvores do nosso estadio?

Alice Borges de Oliveira/3ºC-Ensino Médio- E.E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Belo horizonte, uma capital que um dia recebeu o titulo de “Cidade Jardim”, corre o risco de se tornar uma “Cidade Concreto”. É realmente indignante a estrutura antiecológica do Mineirão depois de sua reforma. A obra realizada deu lugar a uma paisagem triste, artificial, sem árvores, sem vida, só concreto e, que agora, é exposta para o mundo inteiro.

Pelo que se pode perceber, engenheiros, arquitetos e urbanistas que projetaram essa obra, não levaram em conta os malefícios que se podiam causar com o corte de centenas de árvores, e, com a quantidade de espécies que constituíram ali o seu habitat.

As árvores são essenciais para nossa vida, no ponto de vista climático e da qualidade do ar que respiramos. E, com o grande crescimento urbano em Belo Horizonte, a necessidade de se ter áreas verdes é ainda maior. Infelizmente, o plantio de mudas não acompanha a velocidade do desmatamento.

Na minha opinião, é necessário um reflorestamento e a conscientização dos belo-horizontinos na preservação do entorno do estádio, para que não haja mais perdas ambientais.

A árvore não é apenas um sinal de beleza, mas sim de condição de vida!

Patrícia Reis Moura
Turma: 3ºB Ensino Médio
E. E. Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

Belo Horizonte irá receber em 2014 vários turistas e pessoas de diferentes países devido a copa do mundo, e em 2016 também receberá tantas outras pessoas devido as olimpíadas. E aí vem a pergunta, onde ficam as arvores da nossa região? Onde fica a imagem ecológica da nossa cidade? Sinal de ecologia é ter um zoológico e um parque ecológico preservado? Morar numa cidade ecológica não significa ter áreas que tenham árvores e plantas de grande, médio e pequeno porte; morar numa cidade ecológica é andar nas ruas, passar perto de pontos importantes, passar por lugares que são cartões postais, e enxergar natureza, árvores, folhas, enxergar o verde!! Daí, pare um pouco pra pensar, adianta de que Belo Horizonte ser uma cidade importante, conhecida, e daqui um tempo frequentada por pessoas diferentes e de países diferentes, se nas partes mais "bonitas" e "visitadas" vemos apenas concreto, cimento, britas, vigas de ferro, andaimes, prédios, construções, e NADA de verde? Não adianta termos um belo Mineirão, se nele não há nada alem de ferro e concreto. Não adianta termos vários pontos que são "importantes" na nossa cidade, se em vários destes não possuem árvores, plantas, o verde. O grande problema do mundo em que vivemos, é que são poucas as pessoas que se importam com o aspecto visual, com a beleza de onde moramos. As pessoas se importam em embelezar as próprias casas e esquecem que verdadeiramente nossa casa é Belo Horizonte. Triste ver que a cada dia que passa, a cada construção nova em BH, vemos mais cinza e menos verde. Nós moramos em Belo Horizonte, preservar a natureza, árvores e plantas além de beleza pra cidade, é também sinal de saúde pra população!! Isso ainda há tempo de ser mudado, ainda há tempo de recuperarmos nossas árvores e ainda há tempo também de termos um novo pensamento para que haja um reflorestamento na região do Mineirão!

Thalita Ferreira Rodrigues Lopes
Turma: 3ºC Ensino Médio
E. E. Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

É absurdamente notável como a destruição do verde tem ocorrido. Não apenas em grande escala como a reforma do minerão mas também gradativamente. Chego a me perguntar se a reforma seria mesmo para proporcionar uma melhor estrutura para quem visita o local, não só torcedores em dias de jogos mais turistas. O interior do estágio com certeza proporciona uma melhor estrutura com sombras causadas por enormes estruturas de ferro e concerto. Mas sombra e assentos são proporcionados à apenas aqueles que pagam. E a melhor qualidade do ar? Ela não fica em estruturas de ferros e muito menos de metal. As árvores essenciais a produção de O 2 são as únicas estruturas esquecidas. A sombra das árvores tão necessária a nós que vivemos em um país tropical, a sombra que ajuda a prevenir doenças e consequentemente nos proporciona um ambiente mais agradável e essencialmente habitável.
É lamentável ver o descuido e a falta de preocupação que os órgãos públicos em sua maioria. Há em um dos primeiros lugares a necessidade da conscientização de que não devemos remover ás árvores e sim plantar mais. Porém caso isso ocorra a necessidade de um reflorestamento.
Ana Julia Huebra Muratori
Turma 2ºB Ensino Medio
E.E. Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

Infelizmente, a situação é crítica! Vemos, que falta consciência ecológica aos responsáveis pelo projeto. O Mineirão que deveria ser um local agradável de frequentarmos, não cumpri com esse objetivo, pois como informa o texto, Belo Horizonte é uma cidade muito quente e que desconforto não causa um local sem as devidas árvores. Espero, que as autoridades competentes, não esperem agradarem aos turistas que já haviam visitado o estádio antes da reforma, pois quem já viu que antes ali havia um grande número de árvores, não vai achar positivo a retirada destas.
Agora penso que, para nós frequentadores do estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), só resta torcemos para que os responsáveis revejam a situação com um olhar ambiental.

Carolina Guedes Pereira
Turma: 2ºD/Ensino Médio
E. E. Madre Carmelita

Balas
avatar

É muito frustante ver a maioria da população sem nenhuma preocupação para este tipo de assunto. Não percebem que a beleza do mineirão eram as árvores,ali se podia ter uma sombra,um ar melhor para se respirar. E agora ? Ficou vazio. Por mais que tenha sido uma obra de grande importância para Bh por causa da Copa de 2014,e depois disso ? Ele irá continuar sem árvores. E a saúde da população ? A tendência é só piorar! Isso é muito triste.E não é somente o mineirão,e as outras obras que tem para fazer,que irá acabar com mais árvores? Estão esquecendo de que precisamos delas.Se preocupam com obras e mais obras,mas ,com o bem da população é muito pouca a preocupação! E como fica isso ? Espero que um dia,que seja um dia próximo,isso mude!

Kelly Alcântara Silva/ 3º ano A - Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É de difícil entendimento certas atitudes, um local com tanto verde, se transformar em uma área sem cor e sem vida. O Mineirão do Saara se tornou uma vergonha pra nós mineiros. Além de não pensar no bem estar dos torcedores, que com as arvores teriam locais de sombra e ar fresco, também deixaram de pensar nos animais e nas pobres arvores que não tinham nada haver com a obra. Porque não construir o Mineirão em volta de uma bela área verde, com bancos, praças de alimentação, espaço infantil?
Minas Gerais sempre foi reconhecida além do seu famoso queijo, pelas belas paisagens e animais. Mas com o rumo que as coisas estão tomando, pela falta de consciência de seus governantes e cidadãos só restará lembranças. Ser uma cidade ecológica não é ter uma arvore ou outra em volta de uma lagoa poluída, é pensar nós animais e nas arvores como seres vivos não como meros objetos.
Se a intenção era de dar uma boa impressão de “local desenvolvido” em 2014, essa falhou. Tenho plena certeza que tanto os turistas como os mineiros ficariam mais satisfeitos se o Mineirão tivesse sido reformado sem a retirada das arvores.

Laila Thayene R.C. Pereira
Turma: 3°C/ Ensino Médio.
E.E. Madre Carmelita.

Balas
avatar

É realmente um absurdo oque vem acontecendo de alguns tempos para cá. Belo Horizonte que será uma das cidades sedes para a copa de 2014, fez com que em apenas 2 obras viu ir abaixo um número absurdo de árvores. Eu frequento todos os dias a área do Minerão, e ao passar em frente vejo apenas concreto, sem aquela área verde que se tinha antes da reforma. Agora oque temos apenas é um local sem vida, sem sombras frescas, apenas sombras artificiais. E com o calor, acaba causando um mal estar terrível podendo levar até problemas de saúde. Mas como a atitude já foi tomada espero que os orgãos responsáveis façam o reflorestamento, o quanto antes possível.

Gabriela Camila C. de Almeida - Turma: 3°C - Ensino médio - E. E. Madre Carmelita

Balas
avatar

É um absurdo o que fizeram com as arvores do Mineirão, mas, não somente do Mineirão e sim em toda cidade, onde houve uma grande derrubada de arvores para obras dos os jogos da copa.
Se os nossos‘‘governantes’’ acham que estão fazendo bonito para os turistas e ate mesmo para os habitantes, estão muito enganados!Pois são as arvores que embelezam a nossa cidade, nos fornecendo sombra, absorvendo os ruídos, melhorando a qualidade do ar, enfim... São tantos os privilégios que elas nos fornecem que é revoltante saber que esses povos ignorantes fazem isso com a nossa natureza
Laís de Paula (n°24)
Turma: 2°D/ Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Realmente as arvores irão fazer muita falta para o Mineirão , alem de trazer beleza visual , é sinônimo de saúde para nós que frequentamos o local , e de respeito a natureza , que tanto é alertada pelo governo , nas escolas , em comerciais televisionados , mas infelizmente nem nossos " superiores " exercem o que eles tentam passar para a papulação . Os privilégios das arvores são muitos , infelizmente não pensaram nisso antes . Lamentável ...
Renilson Júnior .
2°ano D/Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Foi um grande impacto , ver o nosso tão falado "Mineirão" assim, um dos nossos cartões postais da cidade, que um dia foi tão verde, e hoje está totalmente desarborizado, sem vida.
A cidade está passando por uma transformação devido a copa de 2014, mas os nossos dirigentes esquecem que a natureza também faz parte do nosso bem-estar, pois a natureza nos ajuda a ter uma qualidade de vida melhor, um ar mais puro e a sensação de calor não seria tão excessiva como estamos sentindo agora; Ainda podemos falar da questão visual, que seria muito mais agradável do que você olhar para o cimento!

Érika Cristina Dias Ramos
Turma: 2ºA/ Ensino Medio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Estava pensando sobre isso esses dias, como suportar um aumento de temperatura tão visível? Hoje em dias todos reclamam que está muito calor, mas poucos sabem o porquê de tal acontecimento.
O Mineirão pode ter ficado bonito, mas ficou quente, ficou cinza, e se transformou em um deserto de concreto.
A situação do Mineirão é grave, mas também precisamos nos voltar para Belo Horizonte como um todo, que também sofre muito com isso, não apenas o Mineirão.
A matéria ficou muito bem elaborada e eu torça para que esta receba o reconhecimento que ela deveria estar merecendo.

Nome : Wanderson Gabriel Souza Andrade (Nº44)
Turma : 2ºB/Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

O Mineirão ficou muito bonito depois da reforma, mas ele poderia ter ficado ainda mais se não tivessem destruído sua enorme e vasta área verde. Mesmo que eles tenho plantado algumas árvores isso não vai ajudar muito, pois elas vão demorar um tempo para crescer.

Precisamos cuidar bem das árvores que ainda restam e plantar muitas outras no lugar daquelas que foram derrubadas.

Quando derrubamos as árvores de uma região ela fica cada vez mais quente e cada vez mais seca. É o que está acontecendo em Belo Horizonte . Se muitas árvores não tivessem sido destruídas, provavelmente não estaríamos sofrendo tanto com o calor.

As pessoas esquecem o valor das árvores para a nossa vida e para a vida de outros seres. São elas que produzem grande parte do nosso alimento, nos proporcionam sombra, tornam a cidade mais bonita, produzirem o oxigênio de que precisamos para respirar, entre inúmeros benefícios .

Espero que BH volte a ser chamada de Cidade Jardim, e para que isso aconteça devemos colaborar e conscientizar as outras pessoas a proteger as nossas árvores.

Letícia Oliveira, 26 - 3°C
Ensino Médio - Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Há dias estou refletindo sobre o que foi feito com o Mineirão, fiquei muito decepcionada, pois apesar de não frequenta-lo e morar longe, hoje se tornou um dos últimos lugares onde desejo ir, já que espero pelo término de obras que sempre me parecerão inconpletas! Nunca imaginei que as árvores que por mim passavam despercebidas me fariam tanta falta! Espero que esta desagradável situação não se repita em nenhum outro lugar!

Sarah Abdon (n°43)
Turma: 2°A/ Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Infelizmente as pessoas hoje em dia estão mais preocupadas com a Copa do Mundo com que os prejuízos que ela está nos trazendo. Uma prova disso é o que acabaram de fazer com o Mineirão. O que antes era uma área verde imensa , hoje não passa de lembranças! Isso é uma vergonha para nosso País que ao invés de investirem em coisas úteis como saúde e educação , estão mais preocupados com coisas que não nos trarão lucro algum.. Sinceramente, acredito que do jeito o que o mundo está hoje, não irá demorar muito para que acabem com o resto das áreas verdes existentes por puro prazer de destruir .


Mayara M. Mathias
Turma: 3ºanoC / Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Acredito que quando Belo Horizonte aceitou ser sede de jogos da Copa do Mundo, encarou isso como um desafio, entretanto este desafio vem sendo cumprido, mas por decorrência do mesmo, foi destruido o que pra mim era o verdadeiro patrimonio do local, a arborização,o que era uma beleza para os olhos e fonte de saúde para nós, foi cruelmente trocado por cimento.E já que para os homens é tão gratificante cumprir desafios,porque não paramos para cumprir o principal, que é preservar a qualidade do meio ambiente em que vivemos ? Porque isso vem sendo tão difícil para a nossa geração ? Creio que esteja na hora de conciliarmos melhor inovação com preservação, pois se continuarmos assim dando mais valor para tecnologias, perderemos de maneira irreversível o que é fonte de vida, e será tarde de mais pra mudarmos.

Stephanie Kristine Alves de Souza 3ºano C/ E.E Madre Carmelita

Balas
avatar

E eu me pergunto: "Porque estão acabando com as árvores?" Então, sinto um nó na garganta; não posso deixar de sentir-me culpada, porque pertenço à geração que esta destruindo o meio ambiente ou simplesmente não estamos levando em conta tantos avisos. Agora todos nós pagamos um preço alto e sinceramente creio que a vida na Terra já não será possível dentro de muito pouco tempo, porque a destruição do meio ambiente esta chegando a um ponto irreversível.

Bárbara Nonata Campos - 3°C/ Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Várias pessoas ficaram chocadas com oque aconteceu com o verde do mineirão, ter trocado as árvores que nos dá condição de vida, por kilometros de cimento não foi uma escolha muito boa dos paisagistas, e deste modo teve uma forte rejeição da população, as árvores além de dar sombra para quem vai assistir jogos em dias quentes sol, também ajuda na condição de vida, e umidade do ar! Ter desmatado a grande área verde do mineirão vai causar problemas futuros para quem reside perto da região, dando a sensação de quem visita os jogos de estar realmente no deserto, sem uma árvore para sombrear. Oque os turistas que BH irá receber em 2014 achará disso???
Junia de Oliveira Zuanão - 3°C/Ensino Medio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

É uma tristeza ver quanta mata teve que ser destruída para a reforma do Mineirão. o Mineirão podia ser um estádio maravilhoso sem ter desmatado essa mata em volta do estádio de futebol. A empresa construtora do Mineirão podia ter construído um projeto para o estádio sem ter destruído a mata auxiliar em volta do Mineirão. Essa mata ela era boa para agente os frequentadores do Mineirão. Agora as pessoas podiam colaborar e não destruir os poucos árvores que temos em BH.

Vinícius Augusto Santos Costa, 34 - 3ºA
Ensino Médio - Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Realmente é assustador ver como toda a vegetação que contornava nosso Estádio foi devastada.
Infelizmente no dia-a-dia nos deparamos com pessoas que são incapazes de perceber o mal que a "modernidade" tem causado em certos aspectos. A retirada das árvores ao redor do Mineirão foi um erro gravíssimo. Onde foi parar a consciência ecológica dos engenheiros e urbanistas envolvidos na reforma?
As plantas que ali viviam tinham uma enorme importância e função, tanto no físico quanto no psicológico do homem. Agora, com nada mais que cimento por todo lado, as pessoas têm que enfrentar o calor e os riscos de doenças que são contraídas através dos raios solares.
O Mineirão poderia muito bem ter sido reconstruído de uma forma menos agressiva à natureza, sem deixar de ser um lugar agradável e bonito.
2014 e 2016 estão ai, será mesmo que os nativos e os turistas vão dar mais valor ao "espaço moderno" sem sombra e com alta temperatura do que iriam dar às árvores que forneciam sombra e clima freso?
Vamos pôr a mão na consciência,preservar ao máximo é preciso!
Karolina F.Castro Ribeiro - 3°C/ Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita.

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

Realmente é muito triste ver o que fizeram com o nosso Mineirão.Não há palavras para dizer tamanha destruição que esta reforma causou ao estádio ;Todos nós estamos indignados pela retirada das árvores desse belíssimo estadio que é hoje o Mineirão.A reforma deveria acontecer mas preservando a vida das arvores ao redor do estádio que seria um local mais agradável, mais verde ,mais fresco e bonito de se ver.

Rafael Guilherme B.Santos 2°D/Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Lamentável saber que tantas árvores foram cortadas para a reforma do Mineirão. As pessoas deveriam se conscientizar que as árvores não são "enfeites", que podem ser retirados e colocados em outros lugares! Elas estão ali com o fim de nos ajudar, melhorar o nosso meio ambiente.
O que podemos fazer agora é nos alertarmos para com o nosso meio ambiente, para que não haja tantos cortes de árvores,pois isso está nos prejudicando, prejudicando o nosso futuro!
Vamos lutar para um ambiente auto-sustentável!

Alexia Alkimin de Freitas.
Turma 2ºB. Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É isso ai Hiram, concordo plenamente com você e tem mais não é só a área do Mineirão que ficou nua não, já deu uma olhada a região dos bairros Castelo, Santa Terezinha, Ouro Preto, Bandeirantes etc...? Os condomínios que alguns se dizem ser de luxo não tem o luxo de ter uma árvore sequer para dar sombra ao carro, à pessoa que ali habita. Na minha casa sim é um verdadeiro lar ecológico com varias árvores ornamentais e frutíferas, até na rua minha mãe plantou um pé de goiaba!
Esses políticos não ganham nada plantando árvores, pois o que dá lucro é o cimento, é a obra realizada e não a árvore plantada.
Arthur Silva Cunha 3°B/Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Realmente e lamentável ver o tanto que teve que desmatar para a reforma do Mineirão.Se os nossos‘‘governantes’’ acham que estão fazendo bonito para os turistas e ate mesmo para os habitantes, estão muito enganados!Pois o bonito mesmo sao as árvores e nao uma imagem "devastadora".Agora já que destruíram a mata que ficava em volta do Mineirão,não reclame que a cidade esta quente por quê a fonte de ar úmido foi devastada.
Lucas Fernandes Souza Costa 3°A/Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É lamentável a falta de áreas verdes no Mineirão,uma atitude anti-ecológica e de muito mal gosto de terem cortado 712 árvores para a reforma, ali não há sombra natural pra ninguém e é uma falta de respeito. Pois vejo alguns comentários do tipo "Muito bacana o projeto do Mineirão!" "maravilho" "amei" "Ficou excelente" mais ninguém se importa com a questão das árvores.
O projeto "Áreas Verdes e Fiação Subterrânea: uma realidade possível em BH?"- preservar e criar áreas verdes em Belo Horizonte

http://www.facebook.com/pages/%C3%81reas-verdes-e-fia%C3%A7%C3%A3o-subterr%C3%A2nea/550015498357648?fref=ts

Ana Clara Araújo Souza
Turma: 3ºanoA / Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

Penso que, por mais que o Mineirão esteja assim, sem arvores e praticamente impossível de se apreciar visualmente pelo fato de não ter mais aquelas árvores que nos trazia sombra e sensação de frescor, a população belo-horizontina deveria se unir para consertar um erro consequente da falta de atenção e cuidado com a nossa natureza, pois se todos já tivesse a consciência sobre "extinção" que poderia algum dia acontecer com a nossa natureza isso tudo poderia ter sido evitado, agora infelizmente, é sofrer as consequências e lutar por um futuro com mais natureza.

Flávia Mesquita. 3°C - Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Isso é assustador. O Mineirão que se prepara para ser sede da copa do mundo em 2014, e das olimpíadas em 2016 e receber vários turistas e pessoas de diferentes países vai exibir para o mundo inteiro sua estrutura antiecológica do Mineirão depois de sua reforma.
Os engenheiros, arquitetos e urbanistas que projetaram a obra, não levaram em conta as conseqüências que se pode causar com o corte de centenas de árvores. Em tempos de aquecimento global e agravamento de enchentes, não podemos acabar com as arvores dessa forma.
A obra realizada desmatou 650 arvores só no estádio do Mineirão, dando lugar a uma paisagem artificial, sem árvores, sem vida, só concreto.
Temos que nos conscientizar de que se continuar nesse ritmo daqui alguns anos não teremos mais como nos abrigar desse sol escaldante nas sombras das arvores.

Débora Rodrigues dos Santos
Turma:3ºano B - Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Chega a ser inacreditável essa nova "beleza" do Mineirão, puro concreto, sem nenhum tipo de paisagismo. E não é apenas o lado da aparência, mas o fato de que não há como fugir do sol, Belo Horizonte é uma cidade quente, e com tantos carros e fábricas tende a ficar mais quente ainda, e o que o governo faz para piorar a situação? Retira os meios naturais que ajudam a atenuar esse clima e melhorar nosso ar.
Alana Karen de Oliveira, 2° B
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Em apenas duas obras para a copa do mundo,Belo Horizonte viu ir abaixo inúmeras àrvores,650 só no Estádio do Mineirão.E o pior é o fato de não encontrarmos sombra qlguma para nós escondermos do forte sol.fico triste pelo fato da imensa perda de árvores de (Grande Portes).
E o que pensam sobre o fato de substituirem árvores já adultas por mudas?! Uma verdadeira tristeza de se vê,só cimento,um absurdo!
Nenhum pudor para com o meio ambiente!


Camila Batista Souza
Ensino Médio. 2°C
Escola Estadual Madte Carmelita. n° 12

Balas
avatar

É inacreditavel como um ser humano consegue destruir uma coisa que não faz bem só a ela, mais como a todos. Achei um absurdo o que fizeram no Mineirão. Antes lá era cheio de vida, cheio de paisagismo e hoje não passa de que? De puro cimento. Tudo porque? Pelo egoismo que o homem tem, só pensa em dinheiro, não pensa no que faz bem.Hoje todos que vão ao mineirão tem que ficar sofrendo debaixo de sol, sem nenhuma sombra fresca, sem nenhuma arvore pra cobrir. É inacreditavel como o homem tem capacidade de lhe fazer mal , tirar os meios naturais que nos ajudam no clima e na melhoria do ar.
Ana Corina Guilherme de Queiroz, 2°B
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

“Acabaram com o Mineirão”

Acabaram com o MIneirão é não posso deixar de lamentar.

Não digo isto por causa das arquibancadas ou por infiltrações de água é etc. Digo isto porque cortaram todas as árvores, o ser que refrigerava o estadio, a única coisa que poderiam te salvar daquele calor insuportável.
Retiraram o coração do estadio. Árvore, algo que só nos tras beneficios, não prejudica ninguém. Acabaram com o verde, com a beleza que todos admiravam é o que temos hoje? CONCRETO! É creio que não vão parar por ai, cerca de mais 20% das árvores da lagoa correram o risco de serem cortadas para esse maldito egoismo humano.
Apenas meus pésames pelas árvores cortadas é por morar em um país emergente.

Alberto Soares Paixão Junior, 2°C
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

As arvores que um dia ali viveram se eternizaram apenas nas minhas fotos, as sombras que um dia ali amenizaram meu calor não voltaram jamais; e a revolta que sinto no meu peito hoje não faz mais diferença pois moro em uma cidade "democrática" e minha opinião não pediram para retirar o meu patrimônio. O ano que vem vai chegar e se vai, o Mineirão vai ficar como um grande elefante branco para nossa cidade cuidar.

Balas
avatar

Já é possível perceber a curto prazo as alterações climáticas causadas pela arvores arrancadas para as reformas da Copa, como o aumento da temperatura e a baixa umidade do ar. Basta observar isso para que fique confirmado a importância das arvores, e principalmente o motivo para que elas sejam replantadas.

"Cuidando do verde automaticamente estaremos cuidando da água e do ar, ou seja, melhor qualidade de vida."

Yulli Dias
Turma 2ºB
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Muito triste saber que estamos perdendo áreas verdes em nossa grande BH. O concreto esta tomando conta da cidade. As árvores não estão sendo valorizadas. Isso realmente é triste. A questão do Minerão na minha opinião não ficou muito legal. As pessoas preocupam mais com estacionamentos, e não com uma área de convivência confortavel. O ÚNICO VERDE QUE SOBROU NO MINERÃO FOI O DO GRAMADO DO CAMPO. Resumindo: "O Minerão do Saara" ...

Ana Luiza Araújo Souza
Turma: 3ºanoA / Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

O engraçado é que, para essa obra do Mineirão, milhões de reais foram gastos e o prazo foi cumprido. Mas quando o assunto é beneficiar a população e o meio ambiente, o governo não apresenta essa mesma "eficiência"! Desde o início das obras que estão sendo realizadas para a Copa de 2014, milhares de árvores foram derrubadas, sem haver a preocupação devida de replantá-las. Metros e metros de áreas verdes são devastadas, como se fossem empecilhos para novas construções!
Enquanto as pessoas continuarem ignorando a importância das áreas verdes, mais e mais árvores serão derrubadas e, cada vez mais, a qualidade de vida da população será prejudicada.

Bruna Almeida Guimarães
E. E. Madre Carmelita
Turma 2º A

Balas
avatar

Comparando o antigo mineirão com o atual, podemos perceber o quão vazio e sem vida ele se tornou. Claro que o mineirão continua lindo, mas em comparação ao antigo se tornou vazio. Onde está o verde que predominava aquela região? Onde está a vida? Aquela área se tornou um verdadeiro deserto! As árvores que nos proporcionavam sombra, um ambiente mais fresco , agradável, e uma qualidade de vida melhor. Foram arrancadas brutalmente, tudo isso por interesses políticos e financeiros. O governo está mais preocupado com os lucros que a Copa de 2014 irá render do que com a população mineira e suas áreas verdes. Enquanto isso sofremos as consequências enfrentando o aumento de temperatura, um ambiente abafado e correndo riscos de ter doenças como o câncer .

Aline Rodrigues da Silva
Turma: 2ºB
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Infelizmente essa é a realidade do nosso Brasil na atualidade. O Governo esta preocupado apenas com a aparência e a infraestrutura para os jogos que vão ocorrer no Mineirão e esquecem do impacto que ações como essas causam para a população. Uma obra onde foram gastos milhões e milhões de reais, pensaram nos mínimos detalhes mais o mais importante que é a qualidade de vida das pessoas na meio urbano foi esquecido, as árvores foram simplesmente dizimadas, que por sinal havia grande quantidade de arborização no Mineirão. Quando será que ações desse tipo vão acabar, ou pelo menos diminuir consideravelmente?

Matheus Neres Ferreira
Escola Estadual Madre Carmelita
Turma: 2ºB

Balas
avatar

É lamentável ver o que era o Mineirão e o que se tornou. Infelizmente a cada dia que passa mais verdes são retirados e substituídos por cimento.
Belo Horizonte que será uma das cidades sedes para a copa de 2014, fez com que em apenas 2 obras viu ir abaixo um número absurdo de árvores . Devido a esse grande número de cortes os projetistas não levaram em conta o dano que isso pode nos causar .
Em tempos de aquecimento global não podemos acabar com tantas árvores assim.Temos que nos mover e nos conscientizar enquanto é tempo ,pois se continuarmos nesse ritmo não haverá mais beleza, e nem uma mísera sombra para nos refrescar em dias de calor .E a cidade que um dia recebeu o título de “Cidade Jardim” será esquecida e receberá o nome de "Cidade Concreto".

Brenda Assis da Silva
Turma: 3ºB
E.E Madre Carmelita.

Balas
avatar

Realmente o que fizeram com o nosso Mineirão é lamentável,o que me parece é que não tiveram cautela o bastante para analisar os impactos que isso poderia causar...O micro-clima desta região foi bastante afetado devido ao corte da arborização que nos proporcionava sombra,climas mais amenos e locais de lazer fora do Mineirão,e isso tudo só para ''agradar'' aos turistas que virão devido a copa,mas não foi levado em consideração a vontade da sua própria população ou ao menos os impactos negativos que isso poderia causar!Agora só nos resta torcer para que obras deste tipo não ocorram mais e que o governo e todos os cidadãos tomem consciência disto.
Natalia Moia Rodrigues Turma:2°D
Ensino Médio E.E.Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

Sinceramente, eu fiquei muito desapontado com o que fizeram com o nosso Mineirão. Eu não sou de gostar muito de futebol e tudo mais, mas pelo menos tenham respeito com a natureza que em volta estavam. Árvores que eram essenciais para o ambiente urbano hoje já não existem mais lá. Eu sou uma daquelas pessoas que pensam no futuro dos nossos filhos e até o nosso mesmo, porque não sabemos o dia de amanhã. Preocupo com a natureza que tanto esta sendo prejudicada com a imaturidade e arrogância dos humanos. Deus nos deu a natureza para satisfazer nossas vontades mais harmonia, sempre cuidando, mas ao invés disso, cada vez mais, fazemos dela uma coisa que não serve para nada. Realmente, precisamos ter mais inteligência no que fazemos, pois ninguém sabe o que acontecerá futuramente, será que a vez dela nos prejudicar está chegando? Pense, pois nunca se sabe !

Bruno Henrique Cavalcante Sales- Turma: 3°B
Ensino Médio- E.E. Madre Carmelita

Balas
avatar

O texto nos remete que os engenheiros e arquitetos do novo Mineirão não se preocuparam nem um pouco com a parte ecológica. Havia ali uma área antes arborizada que nos proporcionava bem estar físico e mental.
Hoje, com o novo Mineirão, só nos restou o cimento e o asfalto, não sendo mais um lugar agradável.
Assim, o verde foi trocado por uma paisagem cinzenta e desagradável aos nossos olhos.
Espero que isso não ocorra mais em BH.
Vanessa Cássia De Moura Cota - Turma: 2ºD
Ensino médio - E.E.Madre Carmelita / Manhã

Balas
avatar

Estive pesquisando e me familiarizando com esse projeto cujo objetivo era a reforma do Mineirão. Em uma de minhas pesquisas encontrei uma matéria no ano de 2010, na Editora Abril, "Planeta Sustentável", o tema era: Mineirão sofrerá reforma verde.
Fonte: http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/desenvolvimento/mineirao-modernizacao-reforma-sustentabilidade-copa-mundo-531415.shtml

A matéria afirmava que o Mineirão passaria por reformas, visando se transformar em um estádio Sustentável, seguindo orientações e recomendações da Fifa para a Copa do Mundo de 2014.
Outra curiosidade foi de que a empresa encarregada de cuidar da "modernização" previa práticas sustentáveis para garantir a vida útil do estádio.
O mais interessante ainda são as "Recomendações da Fifa e de certificados nacionais. A primeira das recomendações era:
- Proteção e recuperação das espécies locais, já que, no entorno do estádio, há uma área de 200 hectares de vegetação nativa;
E dentre outras que segundo eles visam principalmente a Sustentabilidade.
E ao final da matéria tem um comentário de um dos arquitetos responsáveis pela Obra, Gustavo Penna.
Em seu comentário ele cita: "Não podemos mudar a cara do Mineirão, a fachada do estádio tem que ser preservada e, por isso, todo o projeto tem que ser elaborado de forma especial”.
Então, ao ler tudo isso, fiquei preocupada com meu conceito sobre Sustentabilidade, e pra garantia fiz uma pesquisa.
Sustentabilidade, Conceito: desenvolvimento presente garantindo o futuro das próximas gerações.

Sinto muito, mas senti uma certa ironia.
Se eles estivessem realmente visando a Sustentabilidade, deveriam preservar principalmente as Áreas verdes.
Vamos ver se eu entendi, Então concreto e cimento garante o futuro de próximas gerações? Concreto e cimento garante a vida útil do estádio e lhes proporciona beleza visual?
Eles protegeram e recuperaram as espécies locais de acordo com as recomendações da fifa? E o comentario do arquiteto Gustavo, "preservar a fachada do mineirão". Gente, a fachada do mineirão eram Árvores de todos os tipos, inúmeras delas, eles preservaram isso?
Afinal, Será que estão visando a Sustentabilidade realmente?

Jéssica Ferraz, 3ºC/ Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita.

Balas
avatar

Um dos cartões postais da cidade foi realmente alterado de forma lamentável, mas não é só a região do Mineirão que vai sofrer com a queda das arvores, outros diversos lugares de BH também terão suas arvores derrubadas, e grande parte dessa mudança está relacionada a Copa do mundo de 2014, isso me fez refletir que as vezes as pessoas costumam agir sem pensar no futuro.

João Marcos Cézar de Souza - E.E. Madre Carmelita- Ensino Médio -2ºD

Balas
avatar

Infelizmente João Marcos, não é apenas às vezes, em contrapartida temos alunos como vocês que se preocupam e podem colaborar para a transformação. Acredito no poder transformador da Escola enquanto instituição e nos jovens enquanto agentes desta transformação.

Balas
avatar

É um absurdo ver o que acontece bem à nossa frente e muitas vezes, mesmo com tantos danos que nos é causado, a população não se mobiliza e muitas vezes nem fazem nada para impedir que nossas áreas verdes sejam destruídas. As pessoas gostam de se beneficiar, mas não lutam em prol daquilo que lhes fazem bem. Elas preferem que atitudes sejam tomadas sem interferência delas e se acomodam, deixando tudo nas mãos dos nossos governadores que muitas vezes não lidarão bem com isso. Temos que agir, lutar e ir conquistando cada dia mais a liberdade para que nossas árvores tenham seu espaço e com isso, também venham nos beneficiar.

Thaianne Fernanda dos Santos Vieira - E.E. Madre Carmelita - Ensino Médio / 2º D

Balas
avatar

É triste ver a situação do Mineirão que sim, realmente agora virou um deserto cheio de concreto, onde a poluição predominante é a poluição visual. A paz que ainda restava no ambiente se foi e agora há mais stress, pois quando há congestionamento, não temos mais aquele clima de tranquilidade, mais sim de um lugar urbanizado que só nos lembra da correria do dia a dia. Estamos aos poucos perdendo os restos das maravilhas que a natureza um dia nos proporcionou.
Marcela Dias - 2ºD - E.E Madre Cramelita -E.M

Balas
avatar

As imagens diz tudo, como as arvores deixavam o Mineirão mas bonito, colorido mas alegre, e agora como esta ele? projetado para haver grandes espetáculos, na verdade o grande espetáculo que fizeram como ele, foi atitude anti-ecológica e anti-humana de terem cortado todas as árvores, logo elas que não faziam mau a ninguém, ao contrario só faziam o bem, esperava mais das pessoas que estão encarregados de melhorar nossa cidade, não é em vão o fato de estarmos entre as piores qualidades de ar do Brasil.

Vilker Hausser De Almeida - Turma: 3ºA
Ensino médio - E.E.Madre Carmelita / Manhã

Balas
avatar

O Mineirão por ser um patrimônio em que todas visitam, desde turistas aos próprios mineiros, deveria ser um lugar aconchegante em que poderíamos desfrutar de uma paisagem com várias árvores.
Isso ainda seria possível se não fosse as obras para a copa de 2014.
É triste em que se transformou uma área verde tão linda que cercava o estádio. Eram tantas árvores que proporcionavam um lugar mais fresco nos dias de muito calor. Mais e agora ? Temos somente árvores plantadas por ali, mas que são de pequeno porte, e que não tem capacidade de poder tonar o ambiente mais fresco.
A maioria das pessoas ainda pensam que as arvores precisam dar lugar as construções. Eu tenho a certeza de que são as construções que precisam dar lugar as árvores pelo sua importância em nosso cotidiano.
Priscilla Cristina Teixeira dos Santos – Escola Estadual Madre Carmelita – Ensino Médio – 3ºC

Balas
avatar

Onde e como pararemos dessa maneira? Essa é uma questão que ao ser refletida nos traz desânimo e tristeza. Ao ver que nossa tão querida e conhecida "cidade Jardim" está tentando imitar um país que se quer sabe o que é calor, onde neva e onde frio é preponderante. O novo mineirão é mais um exemplo dessa "falta de personalidade" de BH, do descaso de autoridades para com a população brasileira. Será que eles não pensam em futuro próximo? Nas doenças que esse terrível e chocante desmatamento nos causa? Milhares de árvores foram cortadas do estádio para que tenha uma melhor estética. Será que os responsáveis por essa tragédia não veem que nosso cartão postal é também as árvores? Nosso clima tropical, nossas matas, enfim, NOSSA natureza? Querer mudar somente para agradar. Isso é intolerável! E desesperador sem dúvidas! Voltar a ser a cidade Vergel seria maravilhoso.. Mas essa "cisma" de Primeiro mundo nos levará ao topo? .

Luana Alves Maia - 28 - 3°C - E.E. MADRE CARMELITA - Ensino Médio/ manhã

Balas
avatar

Infelizmente não vemos mais verde no nosso Mineirão. Com intuito de fazer algo mais moderno, acho que os arquitetos se esqueceram de que nosso clima e bem diferente do da Europa entre outros. Com isso, em dia de jogo nos que sofremos, sem nossas belas árvores que nos proporcionava alem de sombra, oxigênio. E com isso nossa cidade perde mais verde para o cimento. Mas será que todas essas árvores arrancadas serão replantadas? Fica a duvida infelizmente!
Thais Camila Amâncio dos reis silva
Escola Estadual Madre Carmelita
Turma: 2ºB

Balas
avatar

É realmente um descaso por parte dos responsáveis pela reforma do nosso Mineirão. Essas arvores que foram cortadas era realmente importantes para a saúde publica na nossa cidade, que a cada dia fica mais cinza e mais quente. Sem falar nas doenças de pele causadas pelo sol, afinal já não há muita proteção contra ele nos estádios, e as arvores que eram a proteção natural mais indicada para a situação foram todas derrubadas. Outro fato que me chamou a atenção , foi que os torcedores que cometeram esses atos de vandalismo, terem sido obrigados perante a justiça a replantar algumas arvores que eles danificaram. Mas ao mesmo tempo, sem justificativa alguma todas as arvores do estadio foram removidas durante a reforma. Seria ma boa se o governo intervisse nisso, pois é muita hipocrisia em um dia defender as arvores e no outro derrubar todas elas.

Yam Perácio Santana Braga - E.E. Madre Carmelita - Ensino Médio / 2º B

Balas
avatar

É muito triste olharmos para um lugar onde tinha árvores de grande porte, e consequente uma fauna diversificada, e percebermos que ali não há nenhuma árvore sequer.
Na minha opinião é inútil o governo criar órgãos e propagandas ecológicas, sendo que ele próprio não dá um exemplo ambiental dentro de uma construção que será palco de um dos maiores eventos mundias, senão o maior. Deveria ter aproveitado a oportunidade de provarmos que o Brasil está mudando.

Matheus Gonçalves dos Santos - EE Madre Carmelita - Ensino Médio / 2º D

Balas
avatar

Tenho a determinação de que vou cursar zoologia no ano que vem, então vocês se perguntam, o que isso tem a ver com essa reportagem? A zoologia é uma “ciência” que estuda os comportamentos distintos dos animais no meio ambiente. Como irei exercer minha profissão na minha amada cidade? Cada vez mais BH perde suas áreas verdes e sempre pela ganância do ser Humano. Às vezes tenho certa dúvida em relação ao ser humano e os animais, várias pessoas alegam que os animais não pensam, será que é verdade? Pensamos, qual o único animal que destrói a natureza (sua casa)? Creio que as diferenças entre os animais e o Homem veem desde a pré-história, quando o homem começou a manipular a natureza em seu favor. O fato é até quando o ser humano vai continuar modificando o planeta para algumas “necessidades” – se é que podemos dizer necessidades— ? O Estado tem a obrigação de nos fornecer educação e saúde de boa qualidade sem custo, más na realidade não é isso que encontramos. Ele deveria olhar a situação que BH está a respeito das áreas verdes, pois as árvores purificam o ar tirando o excedente de CO2, melhora a umidade do ar no município, tranquiliza pessoas estressadas por não terem condições de ter um lazer digno e fácil acesso, diminui a intensidade dos raios solares causadores do câncer e traz um município mais belo e agradável de viver. Com a atenção de todos tudo é possível, a diferença entre pobres e ricos diminuirá, saúde para todos e não para alguns. Brasil, um país que foi explorado pelo mundo nos tempos passados e ainda continua sendo explorado, más dessa vez não pelos estrangeiros e sim pela sua retardatária população. Somos todos seres políticos, porque não correr atrás do nosso título de cidade jardim?

Fernando de Resende Salgado
Escola Estadual Madre Carmelita
Turma: 3°C

Balas
avatar

É lamentável o que fizeram com as áreas verdes entorno do Mineirão. Além da questão estética, as árvores trazem benefícios inúmeros,como por exemplo melhora na qualidade do ar e o controle do clima. Uma atitude totalmente antiecológica e anti-humano dos responsáveis pela obra, que tiveram uma total falta de consciência ecológica. O Mineirão em seu entorno ficou sem verde, sem vida e puro concreto. Um absurdo e uma falta de respeito com a população. É triste ter que conviver com atitudes como essas, não só neste caso, mas que infelizmente estão fazendo parte do nosso cotidiano. Estamos presenciando uma atualidade onde a natureza está sendo desprezada, e que pode descarregar em uma série de más consequências para as futuras gerações.

Camila Marinho Madalena
Turma: 3ºAno B - Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido por um administrador do blog. - Hapus
avatar

Diante de tudo que já foi relatado por nossos colegas, este assunto já foi abordado em minha família, pois, meu avô, na década de 60, trabalhou na construção do Mineirão e fala deste fato com muito orgulho.

Antes da reforma, nós íamos praticamente a todos os jogos do Atlético no Mineirão, e tínhamos alguns amigos que iam a quase todos os jogos também. Então nós chegávamos duas, três horas antes do início do jogo para ficar conversando debaixo das árvores.
Hoje nos lembramos desse fato com muita saudade, pois sabemos que não poderemos fazer isso mais, porque agora temos um Mineirão cinza, sem as agradáveis áreas verdes.

Samuel Augusto Ferreira Piske Junior
Turma 3ºC - Ensino Médio
E. E. Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido por um administrador do blog. - Hapus
avatar

Muito triste a realidade do Mineirão e o seu entorno. Antigamente andava pela a Pampulha, pelo Mineirão e era legal, fresco, um lugar agradável, hoje em dia tenho vergonha de morar em BH, a cidade cimento, a verdadeira selva de pedras.
Hoje não só a região da Pampulha sofre com isso mas toda cidade, principalmente onde estão construindo os BRT's , a Antônio Carlos está muito mais quente devido a redução do número de árvores, além do seu ar estar mais seco e poluído.
Não sei como existem profissionais de arquitetura e gestores públicos que não percebem que a nossa realidade e diferente do restante do mundo, simplicidade de Minas e a beleza da nossa natureza, conquista muito mais do que algumas toneladas de cimento.
Ligianne Paula R. Benfica - 3º Ano
Ensino médio - EEMC

Balas
avatar

Isso é lamentável, infelizmente a cada dia que passa estamos perdendo mais áreas verdes, tendo a natureza desprezada.
O que era para ser aconchegante, acabou virando um estádio de concreto. Retiraram a beleza daquele lugar, é revoltante saber que as pessoas que estavam trabalhando com a obra são capazes de fazer isso sem se importarem com as consequências. É muito triste saber que essa é a realidade não só do Mineirão como também em vários outros belos lugares.

Nathalia Souza Campos - 2ºD
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Lembro-me bem quando ia ao Mineirão a mais ou menos 4, 5 anos. Era cheio de árvoes espalhadas e sempre as pessoas corriam para se proteger do sol, na sombra que a árvore nos proporciona. E hoje, eu passo lá perto e fico me perguntando porque eles fizeram isso. Sera que é para deixar com uma aparecia melhor? Ou simplesmente não ligam para os benefícios que as árvores nos dão? Sinceramente eu não sei explicar. Além de você olhar e não ver nenhuma área verde, na minha opnião, o mineirão de antes era bem mais bonito! O Mineirão virou realmente "O Mineirão do Saara"

Isabelle Elias Monteiro de Almeida
Turma 3ºA - Ensino Médio
E. E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Infelizmente esse é nosso país, cortam as árvores, desmatam tudo o que podem, e depois que sofrem as consequências tomam providencias, o Mineirão está lindo, mas não de uma forma boa para a população, quando os problemas que a falta de arborização começar nos afetar, o governo vai incentivar o povo a plantar, mas só depois dos problemas que vão ocorrer.

João Victor de Araujo Martins - E.E. Madre Carmelita- Ensino Médio -2ºD

Balas
avatar

O que acontece é que as pessoas que não tem consciência do risco que a derrubada das plantas causa, acham isso bonito, acham que arvores são perdas de tempo, espaço, quando na verdade elas fazem um bem enorme para a saúde mental e física. O problema com nossos governadores é tentar trazer algo de outros países para o Brasil, sendo que nosso país não tem a mínima estrutura para arquiteturas como da Europa e países assim, se eles soubesse quanto vale uma árvore, o quanto ela refresca o ambiente, a sombra que ela produz, o verde das folhas...Desde quando uma construção totalmente cinza é bonita?? O bonito são as cores das árvores, como o verde combina com o marrom do tronco, quando ela fica cheia de flores diversificadas...Isso proporciona um acalmo, conforto da mente, você olhar os animais que se localizam nessas árvores, e agora, tudo foi a baixo. Como será que eles se sentirão daqui a alguns anos quando não sobrar uma árvore? Quando frutas, animais e o ar for escasso? Será que eles sem lembrariam que a pessoa que aprovou o projeto fez isso porque achava bonito? Nos resta mobilizar as pessoas para que entendam que o mundo não é só concreto, pois é muito triste ver isso.

Vitória Silva
Escola Estadual Madre Carmelita
Turma: 2°C - Ensino Médio
Projeto Áreas Verdes e Fiação Subterrânea - Andrea Mello

Balas
avatar

Pensava que o maior problema do novo Mineirão era só o de logística... Eu estava enganada! É realmente impressionante a diferença paisagística depois da conclusão das obras. Como futura arquiteta e urbanista um projeto desse nível de degradação ambiental esta totalmente fora dos meus planos. Que beleza pode haver em uma paisagem sem árvores? Sem o contorno da natureza? Nenhuma beleza!

O que mais me entristece é que o tratamento paisagístico é sempre o último item de qualquer obra, e quase sempre os recursos destinados para o ajardinamento são consumidos nas etapas anteriores e, portanto, a execução do projeto de paisagismo acaba adiada.
Danielle Cristina da Silva – Turma 3ºB - Ensino Médio
E. E. Madre Carmelita

Balas
avatar

A realidade é essa, o ser humano em si não tem respeitado a natureza, por mais que haja problemas ecológicos maiores, são dos menores e alcançáveis que precisamos cuidar; Isto é, não adianta querer parar com o desmatamento na Amazônia se um governo não consegue arborizar regiões acessíveis a estas plantações. O cidadãos e os políticos não tem se importado com o seu próprio habitat, onde quando menor a interferência na natureza melhor, pois a falta da natureza só nos prejudica, e se preocupado mais com o capital, independente do tamanho da lesão causada ao meio ambiente. Enfim, devemos nos conscientizar a respeito disso, e nos lembrarmos que uma "massa" é feito de individuos, e se esses individuos se preocupasse um pouco mais com a vida, uma população inteira faria diferença.
Herbert Nepomuceno
Turma 2ºB - Ensino médio
E. E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Realmente muito triste o estado que o Mineirão ficou depois da reforma, o cinza tomou conta da paisagem, e as consequencias vão ser terríveis para a população. Os nossos governantes esqueceram que o Brasil é um país com o clipa tropical e que não tem condições de ter um estadio com essa estrutura igual os países da Europa. A unica solução que eu vejo é o replantio das arvores arrancadas na mesma proporção para recuperar o que foi perdido com toda essa obra. Precisamos tambem nos concientizar e nao deixar que absurdos como esse aconteçam novamente, temos que proteger a nossa natureza.
Gabriela Deuner
E.E Madre Carmelita
Ensino Médio
Turma- 2°C

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

É triste olhar para um lugar totalmente cimentado' e pensar que a 1 ano atrás aquela área era totalmente 'Área Verde'. Hoje qualquer pessoa que passar lá poderá ver a diferença que uma árvore trás , não apenas uma mais milhares' .Eles deviam ter pensado mais nas consequências que isto vai trazer, mais de qualquer forma , a vontade de mudar o Mineirão de 'rosto' falou mais alto, hoje a população pode ver que piorou a situação' daquela região' . Agora a pergunta que não quer se calar: onde foram para as Árvores de grande porte que foram retiradas de lá?
isso é uma grande irresponsabilidade com o ambiente a natureza e principalmente com a nossa SAÚDE .
Infelizmente é o Brasil independente de qualquer coisa temos que conviver com essas realidades.

Pâmela Lorrayne Belaguarda Cunha 3ºD E.E. Madre Carmelita- Ensino Médio

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

Primeiramente, eu gostaria de saber que vantagens os paisagistas do novo Mineirão encontraram em retirar as árvores. Não faz sentido algum.
A vista, ou seja, a estética, com o verde das árvores, é muito mais apreciável. As árvores alteram o clima e dão sombras em dias muito quentes. Também aumentam a qualidade do ar que respiramos.
Na época em que vivemos, o mundo com apenas concreto não é nada sustentável. Além das vantagens que já citei, as árvores também são um lar para muitas espécies de animais, principalmente aves. As aves que já moravam nas árvores cortadas no Mineirão provavelmente ficaram desorientadas.
Penso que algo ainda pode ser feito para mudar a cor do Mineirão, de cinza para verde. Só depende de a população decidir lutar por uma causa tão nobre.

Alessandra Lages Anunciação
3ºA Ensino Médio
E. E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Isso é mais um exemplo de incompetencia de nossos representantes.Cada vez mais a natureza vai se extinguindo,é muito lamentavel saber que o nosso Mineirão
está perdendo a sua beleza arborizada.Cada vez mais o homem destrói aquilo que
futuramente será um bem para eles mesmos.
Thiago Pereira de Souza - 3ºB Ensino Médio - E.E. Madre Carmelita.

Balas
avatar

Se Belo Horizonte, já tinha o índice de câncer, maior do que certas cidades que possuem praia, agora com a retirada das árvores do Mineirão, o índice vai ficar cada vez mais alto. Além do que, quando se passa pelo Mineirão, o que se vê? Concreto, e algumas mudas, aqui ou ali. Cadê nossa sombra? Cadê a beleza? Cadê o ar mais fresco e limpo? Tudo isso foi embora com as árvores cortadas. Tudo porque os arquitetos e urbanistas, querem trazer as idéias da Europa, para cá; mas esquecem que aqui o clima é tropical. Como podemos aguentar ficar na fila do Mineirão, 5 minutos, se não temos árvores para fazer sombra e tornar o clima agradável? O que fizeram com as árvores do Mineirão, foi realmente um absurdo. Se até as torcidas, tomaram consciência do mal que estavam fazendo, quebrando e cortando as árvores,e até ajudaram a plantar novas mudas, fazendo o Mineirão ficar belíssimo com todo aquele verde que tinha, porque os responsáveis pela obra não fizeram o mesmo?

Carolina Chaia de Souza Silveira
Turma 2ºC - Ensino Médio
E.E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Fiquei assustada de ver como o Minerão estar agora, por mais que eu goste de ir ver os jogos do cruzeiro, meu coração se parte só de lembrar como era antes, cheio de arvores, cheio de cores agora esta um cinza, sem graça. Tenho certeza que não precisava retirar tantas arvores de la, sempre tem um jeito para tudo. OS nossos políticos podiam muito bem re-plantar as arvores e cuida delas, porque não adianta por uma arvore la e deixar ela morre sozinha, aos poucos. Já não tenho mais aquela alegria que tinha quando ia ao Minerão para ver os jogos ou só para passear de bicicleta por perto.

Isabella Campos Moura n° 20 - 2°C Ensino Médio - E.E. Madre Carmelita.

Balas
avatar

Como é lamentável saber que existem pessoas que ainda fecham os olhos para a responsabilidade ambiental,pelo simples fato de que iremos ter uma copa do mundo.
E com tantas informações e confirmações como o índice de câncer de pele em Belo Horizonte,esta que já foi considerada cidade jardim.Um cartão postam que foi destruído,e ainda escutamos comentários do tipo "nossa como o Mineirão ficou bonito" não!o Mineirão tão amado por todos os mineiros esta doente!!!!E agora??Bem,só nos resta esperar que os nossos governantes adquiram a plena consciência de que preservar as nossas árvores é preciso para que possamos preservar um futuro mais saudável!!
Luciana Mello Monteiro/3°A-Ensido Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Mais uma vez se vê o desmatamento, não só no mineirão, mas em todos lugares a cada dia, vão se extinguindo as árvores, plantas, entre outras diversidades da natureza.
É triste ver que o Mineirão, um dos lugares mais amados pelos mineiros, teve seu ambiente natural praticamene dizimado, sendo que as áreas verdes é que davam um brilho especial para ele, sem contar como vai ser prejudicial a nossa saúde um ambiente tão seco e quente.
Nós temos que nos unir para que esse mineirão pobre em natureza, se torne um lugar verde novamente, não só para fins estéticos mas também para o bem da nossa saúde.
Iuri Henrique Ferreira da Silva - 3°B Ensino Médio - E.E Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

É de cortar o coração esse '' Novo Mineirão '' .Onde estão as árvores ? O que fizeram com elas ? O Estádio, que é um ponto turístico, agora também é um verdadeiro ponto de problemas de saúde. Sem as árvores não tem mais beleza,não tem mais sombra natural.Agora,lamentavelmente é só CONCRETO.Virou um verdadeiro deserto.O que o prefeito,e outros que planejaram essa obra têm a nos dizer ? Pra onde foram as árvores que ali estavam ? Queremos explicações !


Sâmia Antunes - 2° C - Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É realmente revoltante e assustador saber até onde se vai o ego humano, sendo capaz de trocar uma beleza ecológica que, como consequência nos traz a saúde, pela beleza artificial Europeia e nem um pouco adequada a Belo Horizonte que, traz como consequência as diversas doenças ligadas às diversas anomalias da temperatura. Será que os projetistas (arquitetos e engenheiros) da reforma do Mineirão não pensaram nos diversos torcedores que ali frequentam, na importância e no papel que cada árvore ali contribuía para a grande Belo Horizonte, e que a retirada de cada árvore ali irá afetar e trazer consequências para todos os Belo Horizontinos ? Será que realmente não sabem que as árvores podem reduzir a incidência de asma, câncer de pele e doenças relacionadas ao estresse, pois ajudam a diminuir a poluição do ar ? Será que não sabiam que arrancando cada uma das árvores que ali estavam presentes estavam retirando também grande parte da história do nosso grande Mineirão ?
A realidade é triste, triste até demais, e o que é mais decepcionante é que os projetistas se esqueceram do mais grandioso detalhe: as árvores que ali estavam eram a maior beleza e riqueza que o Mineirão possuía , porque eram as árvores que compunham a beleza natural para nossos olhares e almas .
Grazielle Oliveira Pena. 3ºA – Ensino Médio – Escola Estadual Madre Carmelita.

Balas
avatar

A utilidade das árvores é indiscutível. Vai muito além de fornecer oxigênio para você respirar, mesmo sabendo disso as pessoas insistem em ser ignorantes o suficiente para não ter consciência do bem que elas fazem, reclamam que faz sujeira, é perigosa, mas não lembram que elas ajudam no oxigênio, na temperatura e na beleza. O novo Mineirão é um é um exemplo de arquitetura? Sim. Um exemplo ecológico? Não mesmo, cadê as arvores antigas, enormes que estavam lá? Acho que ao invés de chamarem de Mineirão, deveriam chamá-lo de selva de pedras, quando se anda por lá, só se vê troncos de árvores que provavelmente estavam aqui desde que Belo Horizonte foi fundada, árvores assim são relíquias naturais, que a natureza nos deu, e eles a tratam assim, com desprezo. Espero que A população –não só mineira- tome consciência do que aconteceu e não dê ouvidos a pessoas desse jeito, que tenham consciência na hora de votar, não pelos que fazer maiores obras e sim pelos que conservam nossa natureza, nossas árvores e nossa vida.
Michael Costa - 3°B Ensino Médio
E.E Madre Carmelita

Balas
avatar

Realmente ,ao planejarem a nova infraestrutura do mineirao, as pessoas a frente do projeto nem consideraram todos os beneficios que as arvores nos trazem, nao so para a saude mas na questao do clima tambem, pois so de terem retirado a maior parte delas ja podemos sentir que o clima naquele regiao esta muito mais quente do que por exemplo na orla da lagoa que fica a pouco metros dali.. e nao tem como o clima mudar de um lugar para outro se tratando de metros de diferença. O que nos faz sentir a sensaçao de frescor na area da orla da pampulha com diferença do calor escaldante que se faz no mineirao, é justamente as arvores! E alem desse calor, ate a fachada do mineirao fico pobre! Passo la frequentemente e vejo que o lugar que teriamos que mostrar para as pessoas de fora como é bela a nossa belo horizonte e mostrar que aqui é um lugar bonito e confortavel esta mostrando que é um lugar super quente, desconfortavel e que so temos construçoes e nao uma linda paisagem para impressionar as pessoas que viram de fora para assistir os jogos da copa!! sinseramente, se era pra fazer o que fez, era bem melhor ter deixado como estava antes, e melhorado so por dentro, pois por fora antes estava bem melhor do que agora!!! As arvores estavam nos seus devidos lugares e eu nunca tinha ouvido nenhum comentario de que as arvores estavam atrapalhando nada la, intao pra quer retira-las?? como diz aquele velho ditado pra quer mecher em time que esta ganhando???

Ana Cristina Rosa de Carvalho- 2°A- E. E. Madre Carmelita

Balas
avatar

É realmente deplorável o que fizeram com o novo Mineirão, removendo a bela paisagem natural que havia em seu entorno, tornando-o apenas em uma área quase totalmente coberta de concreto com pouco espaço para uma reestruturação ecológica,ou seja, plantando novas árvores para que possam realizar uma reposição ambiental. Com tanto desmatamento ocorrendo em Belo Horizonte a expectativa de vida dos belo-horizontinos irá diminuir bastante, sem contar que o clima pode mudar drasticamente e a qualidade de ar ficará pior, contribuindo ainda mais para a poluição de nossa cidade.
O que falta para nós é uma conscientização ambiental para que tenhamos a noção do mal que fazemos a natureza com esse desmatamento.Belo Horizonte está deixando de ser a "cidade jardim" para se tornar uma "cidade concreto". Infelizmente essa é a nossa realidade.

Mateus Costa Tavares
Turma: 3ºB/Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

O problema e que as pessoas ainda enxergam arvores como luxo ou algo opcional, mas esquecem que elas são de suma importância para as nossa vidas e que isso nos afeta indiretamente e diretamente. talvez não notarem a diferença, hoje ou amanha, sobre o que elas nos proporciona mas se quisermos um futuro mais saudável, e por aqui que se começa. É como uma arvore... plantamos hoje, para colher outro dia,é isto sim e investimento!

Danniel Rodrigo/ Turma: 3ºD
Escola estadual madre carmelita

Balas
avatar

Já foi, sim, um lugar grandioso e belo este nosso mineirão, na época em que era envolto por árvores e outras vegetações. Estas mesmas, que nos desviavam o olhar à sua beleza e nos guardava da ofuscante luz do sol. Mas agora, porém, em seus lugares residam apenas enormes calçadas de concreto, que não simplesmente ocupam os lugares das árvores, mas também lhe fazem parecer um deserto!
E ainda mais incrível, é o descaso dos que projetaram as obras, que nem mesmo se propuseram à ressalvar este nosso patrimônio que causa tanto bem à humanidade e mesmo aos outros animais e pássaros que ali habitam! À mim, parece que o único “verde” a que lhes importam os operários do Mineirão é ao verde dos gramados de futebol!

Giuseppe Lucca Gomes Afonso; 3°C – Ensino Médio
E. E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Ridículo a forma como as coisas são feitas, como as pessoas ainda podem ser tão cegas com problemas que já se vem de muito tempo, sem contar que destroem a areá ambiental por simples jogos me pergunto como sera um futuro próximo se continuarmos assim.

Lucas Valadares Madeira/3°A-Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

A nossa cidade sempre foi caracterizada por sua riqueza de áreas verdes. Mas atualmente as pessoas tem tanta vontade de ampliar nossa cidade que a primeira coisa que elas pensam é em mutilar nossas árvores para conseguirem maior espaço para suas respectivas obras. Muitas pessoas pensam que as árvores não trazem bem algum a cidade. Mas é pelo contrário, as árvores nos dão ar, sombra fresca, umidade para o nosso ar e transmite tranquilidade. E tirando elas do nosso redor e ainda mais do Mineirão onde várias pessoas frequentam e respiram do mesmo ar, prejudica a saúde de várias pessoas. Estamos preparados para receber um evento como a Copa do Mundo em nosso Estado? Espero que um dia parem de mutilar nossas árvores e que replantem várias árvores em uma grande parte da nossa cidade!

Dayanne Edwirges Gomes Soares 3ºD - E.E. Madre Carmelita- Ensino Médio

Balas
avatar

Realmente é muito triste saber que estamos perdendo as belas arvores em nossa grande BH. As árvores estão sendo cortadas sem dó nem piedade, sem a consciência de que elas são de suma importância para a nossa saúde e nosso bem estar, de que são elas que nos refrescavam do sol escaldante de BH, são elas que diminuí os raios ultra-violetas que atingem diretamente nossa pele podendo levar a um câncer , elas que nos da ar puro e fresco.. A esperada reforma do mineirão para a copa do mundo de 2014 está pronta ,mas as pessoas não sabem o prejuízo pra estas reformas acontecerem, o mineirão que antes era coberto por árvores, agora se vê apenas concreto. E é triste pensar que poucas arvores serão recuperadas novamente. O que esta acontecendo com aquela Belo Horizonte cheia de arvores, de áreas verdes ? É lamentável ver o que era o Mineirão e o que se tornou.
Danielle Rodrigues da Silva nº14
2°D -Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Isso me deixou preocupada, pois onde estão nossas árvores agora? eles estão tratando o nosso verde como se fosse um objeto e esquecem que precisamos dele para viver, hoje em dia todos pensam muito em paisagismo e esquecem que belo horizonte pode ser mais bela com suas árvores do que com essas obras que não nos favorece em nada, absolutamente nada, essa obra foi pra mim apenas um crime ambiental, já não era bonito agora está esse elefante branco e sem o verde que precisamos!!!

Caroline Argolo Millas
Turma:2°C / Ensino médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É assustador a quantidade de árvores arrancadas em Belo Horizonte, especialmente no mineirão, em prol da Copa. Muitas pessoas afirmam que, com as obras e a Copa, a qualidade de vida vai melhorar, mas como isso é possivel, sendo que estão sendo cortadas milhares de árvores que são essenciais para nossa qualidade de vida e saúde? E é triste ver, que a maioria das pessoas não se preocupam com essas questões, enquanto vemos o exemplo de algumas cidades da Europa, que mesmo com o clima completamente diferente do nosso, as árvores são valorizadas e preservadas. Precisamos conscientizar as pessoas, entender que preservar as áreas verdes não é somente questão de estética, e sim de sáude pública. E não podemos deixar isso em segundo plano, as pessoas precisam ter um olhar diferente em relação as áreas verdes, antes que BH e o Brasil inteiro vire um deserto.
Ludimila Pereira Oliveira - 3°B Ensino Médio
E.E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Para a copa eles preferiram o espaço do que as sombras , acabaram com as árvores para atrair um número maior de público. Mais que família vai querer pagar para ficar sofrendo com o calor ? pois é, infelizmente não pensaram nas consequências.
E quando a copa acabar as árvores não vão voltar e quem vai sofrer somos nos !
Izabela dos Santos 3°A - Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

Realmente, é muito decepcionante vê no que se transformou o Mineirão! O que os engenheiros e arquitetos que estavam à frente desse projeto planejavam com a derrubada de tantas árvores? Não há explicação em derrubar aquilo que trazia tantos benefícios para o meio ambiente, contribuindo com uma vida melhor. Como foram capazes de transformar um lugar com uma grande área verde, cheio de vida, em um estádio estilo europeu? Vivemos em uma cidade em que temos altas temperaturas durante o ano, com a temperatura média anual de 20,5 °C, como fazem um projeto se espelhando em estádios na Europa, onde a temperatura é baixa quase durante o ano todo? As árvores que tinham ao redor do Mineirão além de refletir uma beleza natural, traziam um clima mais agradável para a região do estádio! E falar que vão replantar algumas árvores é fácil, quero ver se vai haver o devido cuidado e acompanhamento necessário para que as árvores cresçam saudáveis, porque as árvores de grande porte que tinham ao redor do Mineirão, não vão crescer do dia pra noite, demoram anos para crescer e ficar igual era antes!

Letícia Pessanha Stern de Souza - 2ºC Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Infelizmente, a reforma do Mineirão, em partes, não obteve bons resultados, pois tiraram o que é mais importante. As árvores. Eu ainda não tive a oportunidade de fazer uma visita exclusiva ao Mineirão depois de ser reaberto, mas, hoje à caminho da excursão, passamos por lá, e eu tive a oportunidade de visualizá-lo por fora, e assustei. Não vi sequer, uma sombra, uma árvore, uma área verde. Lamento muito, pois estamos perdendo nossas áreas verdes rapidamente, e de forma muito bruta. Penso eu, que os responsáveis por esses projetos, estão esquecendo que sem as árvores, nossa saúde ficaria muito pior, sem contar que as gerações futuras, irão sofrer muito mais do que nós estamos sofrendo hoje, pela falta de arborização e área verde. Se em jogos comuns, que acontece no Mineirão, já está havendo várias reclamações, podemos imaginar o que vamos escutar das pessoas que irão visitar o mesmo, durante a Copa. Infelizmente, é lamentável essa situação. Mas se não quisermos ver o que está ruim, ficar pior, temos que cobrar melhorias e procurar proteger mais as nossas áreas verdes e lutar para que não haja mais desmatamentos desnecessários.

Camilla Stephanie Santos de Souza - 2ºA - E. E. Madre Carmelita.

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

É realmente muito triste e indignante ver o que o nosso Mineirão, cartão postal de Belo Horizonte se tornou... O que era antes uma área preservada, cheias de árvores, hoje se tornou apenas mais um cenário "europeu". É impossível acreditar como ainda tem pessoas que fecham os seus olhos para uma cidade sustentável, para se preocupar simplesmente com a estética do lugar, o que convenhamos não é nem um pouco apropriado para as condições climáticas que a nossa metrópole apresenta não é? Bastavam apenas simples pesquisas pra tirar a conclusão de que diminuir o nível de arborização da região onde está o estádio era uma péssima ideia. Acordem autoridades, ainda que seja tarde, é tempo de mudar!

Yasmin Jafar, 3°A.
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

Bom o grande problema atual é a falta de atenção que o governo tem em relação as áreas verdes não só em Bh mas em todo Brasil. Não existe essa de fazer reposição de árvores que foram mortas,o tempo para elas atingirem o tamanho antigo demoraria cerca de 15 a 20 anos. Bh era conhecida como a cidade jardim, mas não sei se essa é nossa realidade,a presença desse verde em nossa cidade é essencial para uma uma melhor qualidade de vida. Podemos observar nas fotos antigas do Mineirão e comparar com a atual, realmente houve reforma em nosso estádio,mas cadê a necessidade de "reformar" nossas áreas verdes? Quanto egoísmo dos arquitetos e engenheiros em olhar somente a parte estética do Mineirão e esquecer da parte ECOLÓGICA que é sim a mais importante que ultimamente não está tendo importância a alguma.É preciso parar de mutilar nosso "ouro" verde e preservar-lo cada vez mais, para que a partir de agora possamos oferecer uma melhor qualidade de vida as futuras gerações!
Rafaela Cristina A Bonfim /3ºB
E.E.Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

É um absurdo o que fizeram com a bela paisagem que tínhamos do Mineirão. Tão belo com tantas árvores que nos davam um ar fresco, sem sentirmos tanto calor.
E agora? O que as autoridades acharam que fizeram com a bela paisagem? Destruíram sem ao menos pensar no que estavam fazendo. Para eles a Ecologia estava em um nível fora de cogitação.
Em 2014 receberemos aqui em BH vários turistas que sofrerão indo aos jogos, pois não terão sombra para se abrigarem.
Mudas demoram a crescer e até lá, teremos que conviver com doenças e vendo somente concretos que só trazem mais calor?
Acabaram com a BH que antes era tão bela com árvores tão agradáveis!
Isabella de Oliveira Almeida
Turma: 2ºB - Ensino Médio
E.E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Destruiram o mineirão, nossas árvores foram arrancadas e transformadas em "obras de arte". Agora viraram objetos de decoração .Toda a beleza que essas árvores traziam acabou. É uma absurda falta de respeito com as pessoas e não é só questão de beleza. Já não basta estarmos entre as piores qualidades de ar do Brasil? Esta cidade está sendo feita pra quem? Sinceramente, esperava muito mais de um projeto tão caro e concebido no século XXI.

Fernanda Camila - 3ºB - Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Realmente é muito triste oque fizeram com as árvores no Mineirão pois as árvores , poderiam servir de refugio de pequenos animais, como micos e pássaros , e ate para as pessoas que passando ali por um momento descansar de baixo da sombra de uma árvore , e depois das árvores arrancadas não é apenas plantar outras mudas no lugar pois as pequenas mudas , vão demorar um longo tempo para surti o mesmo efeito das outras grandes árvores q foram arrancadas apenas por motivo de estética , e oque a sociedade tem a ganhar com isso ? Por isso, e mais alguns motivos abraçamos essa causa das áreas verdes.
Neilton Aparecido Almeida Santos . Turma: 3ºD
Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É preocupante às vezes ver que obras que poderiam ser geniais conseguem ter um erro. Para alguns mineiros que acham que o Mineirão tinha sido uma obra bem sucedida, realmente são pouco atenciosos para o seguinte problema: Centenas de árvores que antes faziam do Mineirão um estádio de futebol belo e com boas áreas verdes, agora tem uma obra com um espaço que não há nem sequer uma árvore. O problema maior é o fato de as árvores que estiveram antes ali naquele local, terem demorado um tempo longo para crescerem, mas estavam, até antes da obra, em um tamanho bastante significativo. A retirada delas, com a desculpa de que vão repor as árvores, colocando novas, não é um grande benefício, ao saber que elas irão demorar vários anos ou podem nem chegar a crescerem ou ficar do tamanho das árvores que antes, abrangiam a grande área do Mineirão. É realmente um projeto de obra que seria grandiosamente genial, se não houvesse com ele um problema tão grande quanto esse.

Thayná Júlia/3ºB Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Na minha opinião não adianta mais ficar lamentando pelo que aconteceu (apesar de um descaso desse tamanho)o que deve ser feito agora é pensar no futuro, como dito no texto antigamente a prefeitura interveio para que o vandalismo dos torcedores cessassem e as árvores pudessem crescer conseguindo ainda apoio destes torcedores na plantação de novas mudas.Agora é a nossa vez de mostrar o erro que a prefeitura e seus contratados cometeram e fazer com que eles também mudem e tomem consciência do que fizeram e com isso desenvolvam uma maneira de rearborizar os arredores do Mineirão para deixa-lo como antes e como nuca deveria ter sido mudado.
(Vinícius Marques Lisbôa)
3°A - Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Olhar essas fotos me trouxeram uma indignação e preocupação muito grande,só nos faz perceber mais o quanto o homem tem se tornado cada vez mais ignorante e supérfluo. Não reconhecem a grandeza e o benefício que essas árvores nos trazem em nossos dia a dia, vida, saúde em geral, e até mesmo na nossa estética urbana. Cada dia que passa, não só aqui, em BH, mas em todo canto só temos visto prédios enormes sendo levantados,construções de grande porte, e quase nunca uma mísera árvore sendo plantada... Mas o homem com sua tamanha ignorância não reconhecem isso, acham que são o problema, mas na realidade sendo o nossa única e melhor solução. Acho que o que realmente está faltando é pensar mais no próximo e a conscientização da parte de todos.

Mariana Garofolo - 3ºA - Ensino médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Semente, semente, semente
Semente, semente
Se não mente fale a verdade
De que árvore você nasceu?
De onde veio
De onde apareceu
Porque que o meu destino
É tão parecido com o seu?
Eu sou a terra
Você minha Semente
Na chuva a gente se entende
É na chuva que a gente se entende
Oh Semente!
Se conseguir
Aquilo que você quer
E conseguir manter
A nobreza de ser quem tu é
Tenha certeza
Que vai nascer uma planta
Que a flor vai ser de esperança
De amor pro que der e vier
Oh Mulher!
Letra da música de Armandinho

Salve o verde
Salve o verde
Deus salve o verde,
Que o homem está acabando
E construindo o cinza
Salve o verde,
Salve o verde
Ta faltando grama, neste jardim;
Ta faltando árvore, nessa cidade;
Ta faltando oxigênio, nessa atmosfera;
O que será, o que será, o que será,
o que será da biosfera?
O que será, o que será, o que será,
o que será, da biosfera?
Salve o verde,
Salve o verde,
Salve o verde.
Letra da música de Jorge Bem Jor

As duas canções em questão “A semente de Armandinho” e “Salve o Verde de Jorge Bem Jor “deveriam ser apenas duas belíssimas poesias; no entanto parece mais uma prece com pedidos de socorro ao verde e encaixa muito bem nos últimos episódios da história de nossa exuberante Belo Horizonte em relação ao verde (árvores cortadas sem necessidade). A prefeitura erra quando fecha os olhos para esse episódio ordenando o corte das árvores de BH. Os funcionários da prefeitura erram quando segue ordens malucas sem propósito e sem questionamento levando sugestões construtivas para o prefeito, por vez todos nós erramos; toda a sociedade de BH erra quando não questiona as atitudes impensáveis da prefeitura em relação ao corte de árvores de nossa BH. Tudo que se faz hoje em BH é em prol da copa 2014 enquanto isto as árvores são cortadas impiedosamente; a saúde dos moradores e visitantes de BH fica comprometida; o transito vira um caos sem maiores preocupações dos dirigentes, até quando podemos agüentar está situação? Enquanto aguardamos podemos fazer alguma coisa? Quando? Fazer o que? Alguém tem alguma sugestão? Podemos fazer um abaixo assinado solicitando prestações de contas à prefeitura? Vai funciona o abaixo assinado? Será que teríamos sucessos com as assinaturas? Você participaria? Prezados dirigentes atualmente as pessoas do mundo inteiro lutam para manter um planeta mais saudável e sustentável, o senhores perceberam está novidade?! Está na moda! Caros dirigentes têm alguma sugestão criativa para ajudar nesta campanha? Podemos contar com os senhores para salvar nossa BH desfalecida? E você que faz parte dessa platéia também tem alguma contribuição para campanha?

Kimberly Santana Cardoso
Turma:2º/A
Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Fico triste em ver que esse infelizmente é um fato que acontece no nosso país e que o governo ao invés de se preocupar com a vida e saúde da população, se preocupa em fazer uma obra com um custo altíssimo e que prejudica o nosso bem-estar.
Mas se, como eu disse, essa é uma realidade no nosso país, por outro lado fico feliz em ver q ainda existem pessoas que se sensibilizam e lutam por algo que é tão importante para nós e para o meio ambiente: A preservação das áreas verdes!

Larissa Cristina
Turma:2°A
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É impressionante como a preservação do verde foi deixada de lado na reforma no Mineirão. Além de causar um bem estar e calma, as árvores geram muitos benefícios para a saúde, tornando-as muito importantes em qualquer local da cidade. O Mineirão é um lugar onde tem toda a estrutura para ser arborizado, além de ser um local que recebe pessoas diariamente, eu acho que todos nós achamos mais agradável um lugar com verde do que um lugar que é somente concreto. Tiraram a beleza que era tão valorizada naquela área e nós cidadãos e frequentadores não devemos nos calar. Nos dias de hoje ser feito uma obra que primeiramente foi pensada para trazer maior conforto para a população de Belo Horizonte e para os futuros turistas, é de ficar com o queixo caído ver o que foi feito. E colocar novas árvores depois que já foi feito o estrago, não vai adiantar muito, sabendo que não serão todas que vão chegar a ser como as de antes, e aqueles que um dia chegarem a ser,será aqui muitos anos. Precisamos de pensamentos e ideias mais ecológicas, quem sabe assim BH se torne uma cidade melhor e mais agradável em toda sua dimensão!

Rayane Ferreira César / 2°D Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Na visita que fiz ao Mineirão no dia da inauguração achei tudo muito lindo, e realmente é uma obra muito linda, mas foi na reabertura! No ponto de vista arquitetônico, é uma obra magnífica, altamente sustentável. Já do ponto de vista ambiental deixou muito a desejar, pois todo aquele cimento não ficou nada bom o contraste da mata da UFMG com o Mineirão antigo, com toda aquela área de estacionamento arborizada e para completar aquela passarela horrível para ligar o Mineirão ao Mineirinho.
O que foi feito da tão antiga e alegre feira de venda de carros (era um grande divertimento nas manhãs de domingo) e aos sábados que tinha o encontro da turma do aeromodelismo?
Realmente ficou uma obra muito bonita, moderna e arrojada. Pena que não pensaram na questão ambiental, mantendo um projeto paisagístico arrojado como a obra.

Maria Gabriela Pereira Souza
Escola Estadual Madre Carmelita
Turma: 2°D - Ensino Médio
Projeto Áreas Verdes e Fiação Subterrânea - Andrea Mello

Balas
avatar

Cimento, desolação e aridez onde já havia muito verde.Vergonha, pois o governo pensou so em acabar com as obras rapidamente pra ficar lindo para a copa , mais esquecendo literalmente das areas verdes que é tão importante pra todos nós. É triste ver um lugar que era o cartão postal da cidade virando espaço de grande poluição visual,com inúmeras obras com nenhum tipo de arvore!

Tatiane Oliveira
Turma:3º/A
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Há algum tempo, antes da finalização das Obras do Mineirão, observava o espaço da construção do estádio e comentava com amigos e parentes que sentia uma construção morta. Aquele espaço antes muito bem arborizado, se transformou em um espaço frio, deserto... sem vida. O corte das árvores causou um impacto visual muito forte além do ambiental, contribuindo ainda com a piora do aquecimento global.
Esses fragmentos florestais atingiram a população de forma devastadora. Diante deste caso, nos damos conta de que as árvores estão perdendo o seu lugar, estão sendo descartadas sem qualquer sentimento de culpa.
Estamos, aos poucos, perdendo nossas espécies vegetais e animais, pois nem sequer vimos mais os pássaros em nossas áreas urbanas.

Sarah Ferreira Gomes Luz / 2°D Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Em Belo Horizonte existem várias áreas verdes, mas ultimamente devido a copa de 2014, muitas dessas áreas estão desaparecendo.
O mineirão é um exemplo disso. antes, na área em volta do estádio existiam várias árvores. Hoje essa área verde nã existe mais.
Eram dezenas de árvores que permitiam as pessoas que passavam por ali, poder desfrutar de uma sombra e de um lugar mais bonito e mais harmonioso.
Mais até quando iremos ver isso acontecer com nosso patrimonio natural ? Até quando iremos presenciar nossas árvores sendo cortadas e dando lugar a construções ?
Leonardo vinicius-3ºC - Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Ao meu modo de ver eu creio que de muitos, a reforma do mineirão foi excelente, se contarmos pelo lado interno, pois exatamente deixou a desejar. Ao redor do monumento houve uma perda total da arborização local que tornava o lugar mais vistoso, transmitia uma paisagem de paz e tranquilidade, além de sombra fresca claro. Embora esteja agora com uma aparência mais moderna, não podemos deixar de pensar que como se trata de uma área esportiva na qual frequentam muitas pessoas, a arborização é mais do que essencial. Emfim, se a reforma foi pela copa, deveria ter sido levado em conta que haverão muitos turistas e convenhamos... o que atrai qualquer pessoa em um local é exatamente o que foi retirado do lado externo do nosso mineirão: a paisagem!


Larissa Luany
3° C - Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É lamentável destruir a nossa bela paisagem para transformar em algo '''Europeu'' ! Não tive a oportunidade de entrar dentro do Mineirão , mais fiquei assustada com a falta de área verde por fora. O que era bonito antes .. se tornou um desmatamento desnecessário . Para a copa eles acabaram tirando a área verde para poder dar mais espaço para números de torcedores que vem em 2014.
Em 2014 vamos receber vários Turistas que serão obrigados a tomarem sol sem nenhuma sombra ou para se proteger dos raios ultravioletas.
Mudas vão demorar a crescer e com isso vamos ser obrigados a conviver com doenças radiação solares e até câncer!
Portanto quando a copa acabar e os turistas forem embora .. quem será prejudicado somos nós !

Aline Gonçalves - 3ºB - Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

O Mineirão está agora para um coliseu, onde os frequentadores terão de enfrentar árduas batalhas com o calor, em uma gigantesca estrutura de concreto apenas para "entreter-se" com uma atividade que lhe custará saúde. Para a cidade cuja Região Metropolitana é a maior emissora de ozônio (300 mg/m³, maior até mesmo de São Paulo, com 279 mg/m³) o correto teria sido compensar tal emissão e não beneficiá-lo. Todo esforço de sua reforma, apenas trouxe desconforto físico e mental para os próprios mineiros, posto que convivem diariamente com o calor escaldante. Imagina-se para os estrangeiros acostumados com temperaturas mais baixas o prejuízo para suas saúdes e o desconforto. Uma obra que não agrada nem os próprios habitantes de sua cidade não vai agradar visitantes.

Stephan Fernandes Muratori - 3ºC Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É muito triste saber que o próprio ser humano é capaz de fazer tanto descaso ao meio ambiente.Todos os domingos , eu costumava dar volta de bicicleta na pampulha, e fazia questão de passar em frente ao mineirão para ver aquela obra natural, tantas árvores que me enchia de orgulho e prazer.Mas derrepente o que se vê ali no mineirão é só concreto , o verde se transformou em cinza.É triste ouvir as pessoas falarem que o mineirão ficou um máximo , cheio de tecnologia,ótima estrutura , que estamos quase no nível de países desenvolvidos!Brasil acorda , preservar as árvores não é peservar apenas uma vista bonita não, preservar as árvores é preservar nossa sobrevivência , será que estamos tendo noção do quão as árvores são importantes em nossas vidas ? são as árvores que armazenam a poluição ,são as árvores que dão sombra, que dão uma boa qualidade de ar e de vida.Poisé Brasil , enquanto o mineirão está ''lindo'' os casos de doenças devido a poluição só vai aumentando , sendo que se aquelas árvores existissem ainda ,podiam estar ajudando , e o que damos em troco a tanta ajuda de uma árvore ? O desprezo e a coragem de substitui-la por uma construção.Será que não estão percebendo a ausência das árvores em volta do mineirão ?Só elogiam a tecnologia , poxa vida que decepção , mas quero ver até quando vão ficar assim , quando vão perceberem que sem aquelas árvores a vida de todos que estão ao redor estão
o em risco

Camila Silva Melo /2ºC
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

A que ponto chegamos hein?! O ser humano não entende que sem nossas árvores, não somos nada! Do que adianta ter um minerão reformado,bacana, mas sem um verde para o destacar,para dar toda a sua beleza? As árvores não são apenas para nós dar uma ótima paisagem,mas elas também são úteis para colaborar com nossa saúde!Fiquei abismada quando soube da quantidade de árvores que tinham sido cortadas.. As pessoas só irão entender a grande importância das árvores quando não tiver mais uma de pé! O estrago feito não tem mais concerto,então,acho que deviamos colocar a mão na conciência e preservar o que ainda temos,para que mais pra frente,os que estão por vir continue a cuidar por nós!
Bárbara Luiza Monteiro Borges.
3ºD - Ensino médio.
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Ao passar pelo Mineirão todos os dias,sinto falta das árvores, do ar mais puro... Não há nenhuma área verde. O clima é mais quente,o ambiente ficou pouco aconchegante, com escassez de sombras e umidade.
O projeto arquitetônico é muito arrojado, mas os engenheiros e arquitetos deveriam ter projetado uma obra moderna e ao mesmo tempo sustentável.

Escola Estadual Madre Carmelita
Beatriz Abreu - 2°D, Ensino Médio

Balas
avatar

Atualmente grandes partes dos brasileiros estão interessados em aparência, ao invés de se importar com qualidade e conteúdo. Sem desvalorizar nenhum mérito usado para esse projeto do novo Mineirão, todos nós reconhecemos que faltou apenas um pouco de consciência em relação a parte ecológica desse local. Sabemos que por fazermos parte de um país tropical, aonde o calor chega a incomodar e ate causar problemas graves em nossa sociedade, como o câncer, precisamos ter mais cuidados e zelo em relação a nossa natureza, pois mesmo grande parte de pessoas não parando pra pensar nisso, mas é a natureza que nos dispõem muitas maneiras de se proteger, consequentemente, vivendo melhor. Brasil tem certa falha em termo de nacionalismo, enquanto todos defendem sua cultura e sua terra, o brasileiro acha que o uso do aspecto estrangeiro é melhor e adaptável ao nosso cotidiano. O Brasil quer implantar uma cultura, ou uma maneira de viver que são aplicadas em outros países, e isso engloba não só o aspecto sustentável, mas também vários outros setores. Em minha opinião fugiram totalmente do que realmente deveria ser. O Mineirão está situado em uma região nobre de BH, onde possuímos bastantes áreas ecológicas e até uma lagoa natural, seria realmente o certo retirar todo o “verde” ao redor do estádio? Poderiam ter visado mais na característica que já era natural para fazer uma arquitetura inovadora, já que somos um pais tropical, e pela região favorecer completamente a uma arquitetura paisagística sensacional. Mas como sempre, o Brasil só acha bonito o que é e o que vem de fora. Os verdes estão saindo de cena, e dando lugares ao preto e branco dos prédios e asfalto. As arvores são o patrimonial nacional do Brasil, e por isso, deveria ser mais valorizada pelos brasileiros e por quem nos representa.

Jessica Martins - 3ºC - Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Fiquei muito triste ao ler isso, fico mais triste ainda ao passar em volta do Mineirão e ver apenas asfalto e cimento. Minha irmã ainda pequena perguntou para minha mãe: Onde estão todas as árvores, porque arrancaram elas? Porque arrancaram elas, essa pergunta ficou martelando na minha cabeça há tempos, por causa de um projeto paisagístico que quer se aproximar de um modelo europeu? Um modelo que não se encaixa nos padrões de temperatura e clima brasileiros. Vou usar as mesmas palavras do inicio do texto: “Que me perdoem o nosso cruzeirense senador Aécio, os atleticanos governador Anastasia, prefeito Marcio Lacerda” mas onde eles estavam com a cabeça ao autorizar tal destruição?? Agora oque nos resta é sofrer com os efeitos que isso causará a nos, habitantes de Belo Horizonte.

Gabriela Felipe Martins Turma: 2ºC Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Belo horizonte, uma cidade com o calor que está cada dia mais escaldante.Este, é um fato perceptível a todos, a nossa cidade que um dia já foi chamada de "cidade jardim" hoje se encontrar cada vez menos arborizada.O que ocorreu no Estádio Governador Magalhães Pinto que carinhosamente apelidamos de "Mineirão" é um exemplo disto,com uma área externa que era composta por belas arvores que foram cortadas para darem lugar ao concreto ,frio e sem vida.Estas árvores as quais protegiam os torcedores do sol e melhoravam a qualidade do ar na região, além de apresentarem certamente um habitat no qual alguns animais viviam. O que ocorreu ,é um alerta aos belorizontinos para estas grandes obras que estão ocorrendo em virtude da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016 na nossa cidade que só fazem concretar e não prezam as áreas verdes locais , estas obras melhorarão a nossa cidade em infraestrutura mas do que adianta um boa infraestrutura sem uma boa qualidade de saúde!? as árvores são aliadas para nossa saúde portanto devemos preservá-las, obras com mais consciência ecológica é disto que precisamos !!!
Victor de Castro - 3°B - Ensino médio
E.E.Madre Carmelita

Balas
avatar

É assustador ver o que estão fazendo com a nossa cidade, não só no Mineirão mais em vários outros luares. Estamos substituindo vaias arvores, ou seja, trocando o certo de termos arvores fortes e já desenvolvidas pelo duvidoso de mudas que morrem facilmente.
Ao invés de prevenirmos doenças nós só estamos causando e agravando as doenças.

Lariza Araujo Silva Martins -2°B /E.E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Será mesmo que tirar moradias de pequenos animais é necessário para a incrível COPA DO MUNDO? Isso é muito triste pois estão valorizando dinheiro e não vida, pois essas árvores além de dar moradia a pequenos animais embelezavam nossa cidade e nosso estádio simplesmente para possuírem mais espaços para colocar carros e concreto. Onde seria melhor estacionar um carro na sombra ou no sol? Acho que essas árvores não serviam para simplesmente embelezar a cidade mas para nos proporcionar uma certa purificação no nosso ar e frescor se suas sombras, porem infelizmente não as termos de volta pois é melhor o dinheiro do que a felicidade.

Wallace Gardner Camargos Corrêa
Escola Estadual Madre Carmelita
3ºD Ensino Médio

Balas
avatar

É um absurdo o cenário de devastação com a retirada das árvores do mineirão.
Agora se vê uma praça de concreto em volta do estádio com uma ou outra árvore plantada. Árvores que certamente não darão nem 10 metros quadrados de sombra cada uma, e que levarão anos pra crescerem. Enquanto as que foram cortadas podiam está fornecendo sombra, refúgio aos pássaros e produzindo oxigênio para todos, mais não, elas foram doadas para virarem 'artesanatos'.
É uma realidade muito triste, e na qual todos nós iremos sofrer consequências.

Gabriela Lages -3ºA- Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

fiquei triste e assustada ao saber que tantas árvores foram cortadas,destruindo um pratrimoniu público extremamente importante não somente para nos mineiros mas,também pra as pessoas que passam por aqui.Essa reforma no mineirão so provou que os governantes de Belo Horizonte não ligam para o bem estar nem a saúde de nos moradores e de quem ainda vai viver bh.-hadassa campos 2c encino médio escola estadual madre carmelata.

Balas
avatar

Tudo o que esta acontecendo no micro-clima de BH é consequencia das atitudes tomadas sem pensar no outro lado da historia.As areas verdes sao de extrema importancia para a saude e para o bem estar da populaçao,agindo tanto no lado fisico como no mental das pessoas.Melhorando a qualidade do ar e dando uma beleza a mais ao ambiente.Temos que pensar nas proximas geraçoes,o que ira acontecer com as pessoas sem esses beneficios que trazem as areas verdes.Vamos nos concientizar e fazer de nosso futuro... um futuro melhor.

Tiago Henrique de Souza
Escola Estadual Madre Carmelita
2ºD Ensino Médio

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

A situação do Mineirão realmente é lastimável. Ficou me perguntando, se os projetista da obra do Mineirão não pensaram na suma importância que as árvores apresentam para nós moradores de Belo Horizonte e frequentadores do Gigante da Pampulha ? Será até que ponto vale ir para se sediar uma Copa do Mundo? Será que vale a destruição de um patrimônio local para atender padrões europeus ? Chego a conclusão, que a ignorância é a arma do século XXI, como torcedores tem coragem de descontar o péssimo rendimento dos seus times e um meio natural que só nos beneficia, inibindo as doenças ligadas a anomalias da temperatura, a incidência de doenças respiratórias, cancêr, entre outros.

Tamara Caroline Soares de Souza - 2º B/ E. E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Infelizmente estamos falando do Brasil. Como o país é conhecido como o país do futebol então os políticos só pensam em fazer bonito causar melhor impressão. É triste ver que uma área verde tão linda foi destruída e agora está toda cinza, um espaço onde havia sombra natural aves que ainda pousavam nas árvores hoje não existe mais. Eles esquecem que sem as árvores não há oxigênio e pensam que se retirarem 'um pouquinho' dali e daqui não vai fazer falta mas, com essa retidara de 'pouquinho' ali e aqui realmente tem prejudicado muito a todos e eles devem pensar que só porque eles tem dinheiro nunca vão prescisar da beleza natural mais realmente estão muito enganados.
Luana Aparecida Soares da Paixão 2C/ E.E Madre Carmelita

Balas
avatar

Bom, pelo que observei na reportagem é que os engenheiros e arquitetos não valorizarão o que a nossa grande BH tinha de mais valioso, não só destruirão belas paisagem, mais sim vidas! Por mais que tentem nunca conseguiram repor as árvores de grande porte que demoraram anos para se formar. Em 2014 vários turistas viram para as copa, e eles vão se perguntar.. cadê a famosa área verde de Belo Horizonte? E ficamos sem o que responder! O lamentável de tudo isso é que ainda tem jornalistas em todo Brasil, dizendo que a Copa será benéfica enquanto o que é realmente importa quando a qualidade de vida,e a preservação das áreas verdes continuam sem receber a devida atenção.

Escola Estadual Madre Carmelita
Amanda Estéfany Nº 03 TURMA: 3ºB


Balas
avatar

Cada dia que passa nosso verde vai deixando de existir. Assim como no Mineirão, várias árvores foram tiradas de lá, algumas ate sem necessidade, para colocar em troca concretos e mais concretos, tudo isso por causa da copa do mundo que dura no máximo 15 dias e depois ninguém nem se importa mais. Mas, e as nossas árvores ?! nosso verde natural ?! nossa sombra fresca ?! Não estarão mais ali.
Luiza Zenha de Souza / 2°C / E.E. Madre Carmelita / Ensino Médio

Balas
avatar

Brenda Leonor
O descaso com o meio ambiente está alarmante.Árvores que poderiam ser preservadas,são arrancadas sem dó,trazendo prejuízo ao meio ambiente,e a própria sociedade que poderia estar usufruindo desse bem.E um dos principais motivos e deixar a parecência igual a de países europeus,sendo que aqui temos um clima totalmente diferente.
A sociedade tem que agir,ha coisas que poderíamos evitar,mais não fazemos nada.E mesmo que mudas sejam plantadas,não vai ter o mesmo efeito que as outras tinham,para árvores iguais aquelas,é precioso tempo,bastante tempo.

Escola Estadual Madre Carmelita
Brenda Leonor Soares de Souza - 2°A - Ensino Médio

Balas
avatar

Realmente muitas arvores foram arrancadas para as obras da copa, e o minimo que esperamos é que estas sejam replantadas para que não haja o desequilíbrio ambiental. As arvores são muito importante para a saúde de todos, cuidado delas estamos cuidando da vida.

Luis Claudio - Nº: 28 - 2ºD
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Li com pesar o texto, e me chateia ver que uma obra tão cara, tão importante não têm como foco também a natureza, sabendo que a mesma é de suma importância para nossa existência.
Indubitavelmente, precisamos que o poder público volte-se mais para a questão ambiental, uma vez que este tem o poder legislativo em suas mãos.
O estádio Governador Magalhães Pinto deixa a desejar no "quesito verde". aproveitando a falta de sombras no mineirão, fico "sem sombra de dúvidas" de que uma reforma que ultrapassou meio bilhão de reais envergonha o povo. Não por ser um dos investimentos mais importantes de Minas nos últimos anos, nem por ser palco de grandes clássicos entre Cruzeiro e Atlético, envergonha o povo por saber que o dinheiro que "foi gasto de forma notável" poderia ser notável quando se tratasse do verde.
Todavia, me consola o fato de uma minoria ainda lutar para a existência de uma natureza que só trará benefícios para nós mesmos.

André Vartuli
Turma: 3ºB
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

O calor que está fazendo em Belo Horizonte é recorrente do desmatamento que ocorre nessa região. As árvores não são importantes somente para a estética da cidade, e sim para a melhor qualidade de vida das pessoas.
A nossa BH já foi um cenário magnifico da natureza. Apesar do nascimento da civilização, casas, prédios, BH havia consciência que o verde era necessário para o nosso bem estar natural.
O Mineirão foi um dos locais afetados pela falta de consciência das pessoas que arquitetaram sua reforma para a copa de 2014. Seria preferível, ao invés de repor as árvores que foram derrubadas, deveriam apenas plantar mais.
O que os turistas irão pensar quando virem o Mineirão? Penso que dirão que está realmente lindo, espaçoso, porém sem vida. Se não for pensar pelo meio da saúde, vamos pensar pela estética. As árvores dariam mais cor, mais vida para a paisagem.
As plantas exóticas que são colocadas no lugar de árvores de grande porte, não ajudam em nada a população. Precisamos de árvores para purificar e umedecer o meio em que vivemos. Deveríamos conscientizar as pessoas de que desmatar vai gerar um prejuízo físico na população, a qualidade de vida será comprometida.

Ludmila Apolinário N. Lanna 3°D
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

'Por que isso? Seria uma ojeriza burguesa negarmos a nossa origem bucólica? Ou vergonha boba e colonizada de mineiro, de querer imitar a Europa, onde o clima e seus espaços públicos são diferentes?'

Talvez ai seja o motivo da extinção das áreas verdes em geral.Destruir as árvores por motivos fúteis como vergonha pela abundância e tipo de vegetação ou pelo clima , padronização do ambiente pensando exclusivamente na visão social que isso causaria nos olhares estrangeiros , esquecendo valores fundamentais como bem-estar e conforto , etc.Isso é mais uma prova de como o ser humano é materialista , e o maior prejudicado nisso tudo é o meio-ambiente.

Bruno Soares Oliveira / 3°D
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É lamentável como a maioria das pessoas,devido a tamanha preocupaçao do dia-a-dia não reparem a falta das áreas verdes em lugares como o mineirão.
O governo do estado não deveria autorizar o corte de tantas árvores apenas pela estética do país,tendo como consequências os climas muito irregulares entre outros!

Rafaela Aparecida Gonçalves Pereira - 3B/E.E Madre Carmelita

Balas
avatar

Acho uma vergonha com a modernização do estádio do Mineirão várias árvores serem destruídas ,e não acho certo de 1.043 árvores só 202 ficaram. Não concordo com essa situação!
thayane de miranda lemos
turma:2ºD
E.E Madre Carmelita.

Balas
avatar

É lamentável o que fizeram com arborização do Mineirão, pois nossa cidade que já foi um dia chamada a "cidade jardim", hoje é "cidade concreto". Nossos representantes, arquitetos e engenheiro, querem fazer de nossa cidade uma "segunda Europa", só que esquecemos que nosso clima é super diferente.Autoridades, arquitetos,engenheiro, vamos acorda precisamos de mais árvores em nossa cidade.
Laura Mello,3B
E.E.Madre Carmelita

Balas
avatar

Fiquei indignada com o novo Mineirão. Era de se esperar, de um lugar onde muitas pessoas frequentam, mais áreas verdes. Estas áreas estão sumindo aos poucos, e as pessoas não estão se preocupando tanto quanto tinham de se preocupar. Como todos disseram, destruindo as árvores, não só as do Mineirão mas de todos os lugares, estão destruindo a vida de pobres animais, a beleza de nossa BH, e estamos sujeitos a doenças de pele, a falta de sombras, etc. Depois de todas as críticas, espero que agora, possam dar um jeito de consertar este enorme erro. Os arquitetos e engenheiros não fizeram um ótimo trabalho e a beleza real de todo lugar são as ÁREAS VERDES.
Bárbara Ruanne Rodrigues Chaves Turma 2ºD Ensino Medio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É lamentável vermos a nossa cidade evoluindo a cada dia em obras gigantescas e regredindo em termos de áreas verdes.Um exemplo,foi a obra do Mineirão que ao invés de deixarem as árvores para que possa ter sombra,e assim ficar mais fresco e agradável para as pessoas que ali frequentam ,eles retiraram essas a árvores.
O que será que deve ter passado na cabeça dos engenheiros e arquitetos que fizeram o projeto do novo Mineirão?Essa pergunta pode ser explicada ao vermos as fotos,parece que só pensaram na beleza ou pelo menos o que eles acham que é “beleza” e não pensaram na saúde e na verdadeira beleza,que na minha opinião são as árvores.

Bruna Luísa Viana de Sousa
Turma:3ªA/Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Os arquitetos do Mineirão pensaram somente em luxo e não pensaram no mais importante que é a saúde e o bem estar do torcedor e de todas as pessoas que passam ou moram perto do Mineirão, se importaram somente em "fazer bonito" para a Copa, e quando acabar a Copa ?
Essa atitude só provou a nós que eles não tem consideração nenhuma com as árvores e só pensaram em uma bela estrutura, se esquecendo das árvores e da imensa importância que elas tem.

Amanda Thalita Silva de Souza
Turma 2°D - Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Será mesmo que é tão necessário destruir um patrimônio cultural da cidade de Belo Horizonte para que possamos nos apresentar a todos que nos conhecerão ao chegar na capital dos mineiros??E diante deste questionamento,onde ficará o bem estar da população e a preservação ambiental do nosso "berço"???É lastimável saber que todas aquelas árvores foram arrancadas dali sem ao menos que alguém se importasse com a parte ecológica de um projeto tão grande e com a saúde dos moradores da nossa metrópole.Espero que a matéria e os comentérios de todos nós que estamos indignados chame a atenção dos nossos governantes e que algo seja repensado, mas dessa vez seriamente para que possamos reverter esta situação!!
Raquel Isabela dos Santos Jerônimo/3°A
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É triste ver que hoje em dia não tem mais nenhuma árvore ali, sabendo que antes da reforma tinha várias árvores. Fora o problema de sombra e beleza, temos a importância das áreas verdes. Cada reforma que se faz, é menos verde que a gente vê.
Giovana Palhares
N°: 14
2°C
Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Acho muito triste o fato de ter que retirar boa parte da área verde do mineirão em troca de cimento.As árvores além de serem muito importantes para o meio ambiente, ela era uma forma de trazer sombra aos torcedores,já q o sol costuma ser fortíssimo, por tanto eu nao concordo com essa mudança, apesar do mineirãp ter virado um estadio de elite, na minha opinião as árvores são muito mais importantes do que um estadio mais moderno, mesmo a copa do mundo sendo logo agora em 2014 !
turma : 2/B
E.E Madre Carmelita

Balas
avatar

"A natureza pode suprir todas as necessidades do homem, menos a sua ganância". O que se busca agora é modernização rápida e sem consciência sobre o que hoje em tempos de aquecimento global deveria ser de suma importância: O nosso verde. As árvores além de estética promovem o equilíbrio do ambiente urbano. Só que os urbanistas e planejadores parecem não ter consciência do quão errado esses cortes de árvore são e os enormes danos que poderão ser causados no futuro. Um bom exemplo disso será quando o mineirão estiver lotado de gente e não ter mais as árvores que iriam promover um clima mais agradável e o que mais vai fazer falta: as sombras. Espero que os políticos e também a população ajudem o mineirão a voltar a vida, não só nós sentiremos a falta das árvores, mas também várias espécies de animais que ali viviam.

Natália Soares Lemos
Turma: 3ºA
E.E Madre Carmelita.

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

É difícil hoje em dia, você ver esse Mineirão e saber que ali já existiu uma área verde imensa. Nós ouvimos dizer que o Mineirão iria ser reformado, achávamos que ele, por sua vez, iria mudar pra melhor, e mudou só que o melhor dele, foi retirado, e sem pensar nas causas que isso poderia causar para sociedade. Não posso dizer que o Mineirão não esta bonito, porque senão estaria mentindo, ele este bonito sim, só que estaria mais bonito ainda se houvesse áreas verdes como antes. O que nós, simples cidadãos mineiros poderíamos fazer para que isso mudasse? O Mineirão sempre encantou todos que o visitava, não só por ele ser bonito, mas também por sua flora diversificada. E essa flora em que o Mineirão estava envolvido, sempre atraia as pessoas que por ali passavam, por ser um lugar bonito e harmonioso. Espero que os nossos “lideres” mineiros tomem providencia sobre o assunto. Ate quando perderemos mais arvores para darem lugar a construções?

Denner Nogueira - Turma: 3ºC - E.E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Triste passarmos por aquela área e ver que a maioria das árvores que estavam ali ,foram arrancadas, por um motivo de estética .
Infelizmente nossos políticos não estão interessados com o meio ambiente , eles estão pensando no lucro que eles obterão , eles não estão pensando na saúde da população,o quanto essas árvores que foram retiradas faziam bem, não só pra saúde mas também deixava o lugar com o aspecto de vida .
Não podemos deixar que isto aconteça em outras regiões temos que nos conscientizar e fazer com que os outros também se conscientizem , porque cada vez mais eles querem cortar árvores que não estão prejudicando ninguém, a não ser o bolso deles.
MELISSA DE OLIVEIRA FERREIRA TURMA:3°A ENSINO MÉDIO
ESCOLA ESTADUAL MADRE CARMELITA


Balas
avatar

"O Mineirão é nosso", gritaram os mineiros quando da reinauguração, mas neste clima de festa a grande maioria não se deu conta do preço que pagamos pelo novo "GIGANTE DA PAMPULHA",ninguém neste momento de euforia sentiu que algo faltava naquele espaço tão grandioso. Com o passar do tempo passamos a perceber a falta que as árvores que ali existiam nos fazem no dia a dia. Engraçado as contradições que nos deparamos, se um morador precisa podar uma árvore em sua casa ou no passeio que represente risco para sua moradia ou de outros,é preciso passar por tanta burocracia e muitas vezes não se consegue a permissão. Agora em função da dita modernização e exigências para atender a um curto período de espetáculos, retiram-se árvores que levaram anos para crescer. Tanto se cobrava do vândalos em dias de jogos, que saiam quebrando estas mesmas árvores que nos tiraram sem que ninguém gritasse por elas.

Ana Luiza de Matos Soares-2°C
E.E.Madre Carmelita

Balas
avatar

É realmente frustante ver o que o governo de minas fez com a area verde do novo mineirão,desmatando aquela imensidão de verde e não as replantando totalmente,e isso contribui aos vários peoblemas que belo horizonte vem tendo,como esse calor excessivo e também contribuindo com uma paisagem menos agradável,imagina o que os turistas irão pensar quando virem o estádio que foi reformado e fico muito bonito,mas sem nenhum verde por perto?Durante os eventos da copa das confederações e do mundo o governo vai plantar algumas "árvorizinhas"e ficará tudo tranquilo para o evento,mas me pergunto e depois?O governo como sempre lavará as mãos;E isso aqui e o Brasil.
Bruno Parreira 3°C Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

O que ocorreu no Mineirão nos mostra que o Brasil e um país que coloca o futebol acima de qualquer outro assunto,neste caso acima da qualidade que as árvores ofereciam as pessoas que frequentam o Mineirão.O que deve ser feito agora e o replantio das árvores que são de grande importância para a nossa qualidade de vida.

Igor Henrique Ferreira de Pádua
Turma 2ºA/Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Realmente lamentável, cortam árvores como se fosse não valessem nada, sendo que poucas mudas vingam e se tornam árvores sem o vandalismo dos próprios torcedores. Ao observar a imagem vê-se claramente como cortaram as árvores sem critério algum, era realmente necessário cortar a árvore presente na imagem? Ao observar a imagem percebo que não era necessário tal ação, fico imensamente triste em saber que um país como o Brasil rico em areas verdes, está destruindo o que tantos países desenvolvidos prezam e admiram.

Breno Felipe - 2ºB - Ensino Médio
E.E Madre Carmelita

Balas
avatar

É lamentável ver que engenheiros e arquitetos de MG têm vergonha das nossas áreas verdes e tentam cada vez mais imitar a Europa mesmo tendo clima totalmente diferente do nosso. Mais revoltante ainda é ver que foi prometido deixar algumas arvores (mesmo que poucas) como mostra no projeto e não foi cumprido. Precisamos pensar mais na natureza e na nossa saúde e bem estar do que na estética.
Bh está tendo sua identidade apagada, pois já não é mais um lugar agradável e não tem mais áreas verdes como antes. Não podemos deixar que a construção do homem continue a destruir a natureza!

Bianca Morais T. 2ºB
E.E. Madre Carmelita

Balas
avatar

Parabéns pelo texto.É realmente inacreditável como uma obra que poderia ter tido um resultado fantástico , ter sido considerada um erro fatal . Parece que o ser humano não entende que sem árvores não somos nada . Todos nós sabemos que plantar uma árvore é contribuir para uma vida , pois sabemos que uma das formas mais eficazes de reduzir a concentração de gás carbônico na atmosfera é o plantio de árvores, que absorvem CO2,e além disse as árvores são importantes desde o equilíbrio ecológico seja na fauna (habitat de pássaros) seja no equilíbrio climático até a sombra natural . Agora eu pergunto,e a destruição das árvores ? Traz o que para nós ?
E é um absurdo saber que o poder público fecha os olhos para isso tudo , não age , não coloca a lei em prática e não planta novas árvarores , não repõe as que foram dizimadas. E mais uma vez parabéns por ter visto o óbvio, não ter ficado calado e ter manifestado sua opinião !

Escola Estadual Madre Carmelita
Larissa Karoline - 2 °A - Ensino Médio

Balas
avatar

E deplorável a falta de conscientização de prefeitura e de planejamento,pra a reconstrução do grande Mineirão,muitas arvores foram retiradas sem necessidade,assim criando uma "paisagem" totalmente cinza e sem vida.Um pergunta que não quer se calar e será que os turistas vão achar bonito um lugar totalmente sem arvores sem nenhuma sombra, são coisas que as pessoas que planejaram a reconstrução não pensaram no bem estar tanto da população e dos turista.E lamentável a perda de tantas arvores.


Jacqueline Ferreira Gomes
2°C
Nº22
Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

E muito triste ver como as pessoas não pensam em seu próprio bem estar por que dependemos das arvores, retirar as arvores foi muito ridículo o que eles fizeram nossa só pensar em si mesmo não pensaram que as arvores também tem sentimentos MUITO TRISTE ESTA SITUAÇÃO.

Escola Estadual Madre Carmelita
Larissa ferreira 3°A

Balas
avatar

Vivemos em um mundo globalizado e extremamente capitalista. A maior parte da sociedade só pensa em desenvolver novas tecnologias ou novas formas de viver, sem pensar no bem natural do nosso planeta.
As árvores, uma de suas funções é controlar a temperatura do planeta, além de dar uma boa aparência ao local. Em minha opinião, sobre a construção do Mineirão, eles erram ao retirar quase todas as árvores, pois alem de tirar a sua beleza natural, isso prejudicou muito o meio ambiente, principalmente quando o assunto principal em todo planeta é sobre sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Acho que deveríamos pensar mais em um planeta sustentável cheio de vida, do que em um planeta morto e futurístico.

Escola Estadual Madre Carme lita
Nome: Ana Célia Silva Rosa
Turma: 3ºA

Balas
avatar

É triste vermos o que está acontecendo na grande BH,o que antes era chamada de cidade jardim,hoje é uma das cidades com mais casos de câncer de pele.Pois é,estão preferindo mais o concerto do que as árvores.Achei dois trechos do texto,ótimos,bom para refletir que são:"Só cimento, desolação e aridez onde já havia muito verde." E o outro trecho é:" Árvores que, mesmo adultas, com flores e passarinhos morando, foram mutiladas sem dó nem piedade no novo projeto." Esses trechos faz com que pensamos bem no que está acontecendo em BH.

Brenda Larissa Viana de Sousa.
Turma:2ªD
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Ano que vem Belo horizonte irá receber milhares de turista e pessoas importantes,com isso o governador e outras autoridades se preocuparam demais com a aparência e esqueceram da importância que as áreas verdes tem para a qualidade de vida.Passo todos os dias em frente ao Mineirão e vejo a decadência de árvores nativas,vistosas e que incrementam a vista de qualquer lugar.Vejo que muitas pessoas ainda no século que estamos preferem cortar as árvores porque sujam o seu passeio do que preserva-las.Chegando a conclusão de que devemos tomar uma atitude para não deixar isso acontecer em outros lugares pois não adianta mais ficar se lamentando por uma atitude que já afetou a vida de muitas pessoas.

Isabela Salles 3ºC
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É decepcionante ver o Mineirão dessa forma. Eles não percebem que aquelas árvores só traz benefícios a nós, eles não pensam nas conseqüências que isso pode nos gerar, o poder público finge que nada aconteceu, eles agem como se aquelas árvores que foram tiradas não fossem nada. Mas nós sabemos que isso foi errado e que isso é inaceitável. Mais ainda da tempo de mudar e recuperarmos nossas árvores ,mas se essa atitude não mudar, no futuro todos irão saber o quanto fomos prejudicados !
Nome: Jéssica Vieira Barbosa
n° : 26
2°C
Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

O que mais me impressiona é o descaso das autoridades na reforma do Mineirão, principalmente devido ao fato de ter retirado grande parte das árvores, deixando as pessoas expostas ao calor do sol. As árvores dali retiradas fizeram muita falta, principalmente para refrescar os torcedores com a sombra ou até mesmo as pessoas que circulam rapidamente por ali, além de diminuir o bem estar de todos a biodiversidade do local foi destruída.

Maria Luiza dos Santos Bastos
2°B - Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

O mineirao antigamente era rodeado por varias arvores. As pessoas chegavam bem antes dos eventos para ficar conversando em baixo delas, passavam varias horas sem se preocupar com o sol , hoje em dia isso não e mais possível pois, na obra eles destruíram praticamente toda a areá verde que existia e isso prejudicou bastante o meio ambiente , não só na questão de beleza mas também na questão de saúde pois as arvores contribuem para resolver grandes problemas ambientais das cidades como calor, poluição e baixa umidade do ar.


Marcelo Cardoso Batista Pimenta 3°C - Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

É, realmente podemos ficar bastante decepcionados com o que vem acontecendo com nossa cidade e sobre a arquitetura realmente e isso, nos dias de hoje a arquitetura não vem se dando bem com arvores ocasionando a derrubada de muitas como na obra do próprio mineirão onde foram abaixo 650 arvores o que pra mim poderia ter sido evitado. Em nossa escola Madre Carmelita estamos com o projeto ÁREAS VERDES E FIAÇÃO SUBTERRÂNEA em BH onde nossa professora Andrea Mello vem tentando através do projeto amenia a derrubada dessas arvores. Muito bom o blog Hiram.

Bruna Luziano Costa - 2ºD
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Esta reforma que estão fazendo em Belo Horizonte para a copa de 2014 esta realmente destruindo as nossas áreas verdes, o governo esta preocupado em deixar a cidade mais bonita mas na verdade não esta vendo que esta acabando com o "belo" de nossa cidade, acabando com as arvores e substituindo as por cimento fazendo do ar mais seco, as ruas sem sombras e como consequência prejudicando a população. Essa nova visão que temos do Mineirão esta realmente assustador e creio que não é o só o Mineirão que se tornou assim depois que as obras para a copa começaram. Belo Horizonte esta infelizmente em um estado de calamidade !

Bárbara da Costa - 3°B - Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

É muito difícil e ao mesmo tempo muito triste , ver nossas arvores , as nossas áreas verdes sendo destruídas aos poucos.Mais triste ainda é saber que tem muitas pessoas em BH que apoiam esse desmatamento.
Devemos aprimorar nossos conhecimentos , e mostrar as pessoas o quanto as áreas verdes são importantes tanto fisicamente quanto mentalmente para o ser humano.
Com o projeto da nossa professora Andrea Mello podemos alertar algumas pessoas , e ajudar nosso meio ambiente.

Larissa Carolini - 2ºD
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

Infelizmente essa é a nova cara de Belo Horizonte. Com o passar do tempo, as construções aumentam e as áreas verdes vão diminuindo.
Resultado disso se nota no aumento da temperatura com o passar dos anos. Não só no Mineirão, foram feitas reformas prejudiciais ao meio ambiente, também podemos citar as grandes avenidas de Belo Horizonte, que após as reformas, não permaneceu quase nenhum verde.
Como será que vão ficar as áreas verdes de Belo Horizonte daqui há alguns anos, se houver novas reformas?

Állan Augusto Costa / 2° D Ensino Médio
Escola Estadual Madre Carmelita

Balas
avatar

A temperatura de BH está cada vez mais alta e já não precisamos de termômetros para notar isso, nosso próprio corpo esta sentindo as consequências, por isso é importante à conscientização de todos em relação às áreas verdes de BH. O novo Mineirão foi muito esperado pela maioria dos mineiros, talvez pela ansiedade do resultado poucas pessoas tenham parado pra observar com um olhar critico e se perguntar “e as árvores, onde estão?” , árvores as quais são muito importante para um país tropical como o nosso, árvores que além de nos proteger do calor sol, nos protegem das doenças que podem ser causadas pelo mesmo, árvores embelezam toda a paisagem com seu verde e pássaros em que nelas se habitam. Com isso concluo que nós brasileiros precisam de informações, consciência ecológica, precisamos entender que não é a natureza que precisa da gente, somos nós que precisamos dela.
Kerolayne Tayane , 2ºC, Escola Estadual Madre Carmelita – MANHÃ

Balas
avatar

A derrubadas e mutilações das diversas árvores, antes no entorno do Mineirão, é um desrespeito com a população uma vez que esta não poderá usufruir das sombras antes oferecidas por elas. Em toda a extensão o Mineirão conta apenas com o concreto, o que não favorece em nada a saúde mental e até muitas vezes física das pessoas, principalmente nos dias quentes, onde não há lugar para se esconder do Sol.
Para evitar esse tipo de problema e preservar as árvores é fundamental no início de uma obra, principalmente nas de grandes proporções, manter o foco e a preocupação com relação as áreas verdes, para que elas não sejam cortadas ou derrubadas, pois afinal não pode-se simplesmente cortar a maioria das árvores de determinado local e substituí-las por outras que além de não serem naturais daquele local, muitas vezes nem se desenvolvem.

Rayssa Veríssimo de Assis - 33 - 3°C - E.E. MADRE CARMELITA- Manhã

Balas
avatar

É realmente muito triste saber, que ao invés de implantarem mais árvores, eles as tiram, por acharem mais bonito, sendo que o mais bonito e agradável são as arvores, pois com ela obtemos sobra, e fica fresco. O país deveria dar mais importância para o meio ambiente, talvez assim, deixariam de arrancar as árvores e poderíamos ter mais sombras. Achei degradante e com total falta de responsabilidade e senso ambiental, oque fizeram. O Brasil deveria sim dar mais importância as árvores.
Nayara Ketleen 2°B
Escola Estadual Madre Carmelita.

Balas
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
«Mais antigas   ‹Antigas   1 – 200 de 269   Recentes›   Mais recentes»