Chico Bento pede para vetar o novo código florestal


Mauricio de Sousa postou em seu twitter o pedido para a presidente do Brasil. Juntando-se ao coro de entidades ambientalistas e listas de pedidos da sociedade civil, o famoso personagem do cartunista pede o veto do novo Código Florestal aprovado pelo Congresso. Isso acontece justamente na proximidade da Rio+20, Conferência Mundial sobre a Sustentabilidade no Planeta, que colocará o Brasil na mídia mundial.

Engenharia Ambiental



ECOLÓGICO, recebe a homenagem 

Foi um sucesso a “I Semana Acadêmica da Engenharia Ambiental ”, realizada pela Escola de Engenharia da UFMG, com apoio da ECOLÓGICO. Durante cinco dias, mais de 250 alunos, profissionais, professores e pesquisadores trocaram experiências e dialogaram sobre o mercado de trabalho mais promissor hoje na face da Terra, diante das respostas em curso da natureza agredida. A engenharia é tida como a segunda profissão mais antiga do mundo. O curso “caçula” das engenharias irá formar a sua primeira turma em 2014. A natureza e o desenvolvimento sustentável agradecem. Antecipadamente. 
Foto 1: Fernanda Mann

ENGENHEIRO DO FUTURO 

O primeiro lugar no Concurso Fotográfico  “Transformando problemas em soluções”, da UFMG, ficou com Pedro Barbosa.

Foto 2: Pedro Barbosa

Boa ajuda




Foto: Divulgação
Foi o que mais se comentou na entrega do último “Prêmio Bom Exemplo” aos cidadãos que, simples e voluntários, mais ajudam seus semelhantes em Minas. Promovido por instituições e empresas como a Fiemg e a Fundação Dom Cabral, com apoio do Governo do Estado, por que não reconhecê-los e homenageá-los também com prêmios em dinheiro, além de troféus? Rodrigo Barcelos, vencedor top deste ano (leia na página 36), gasta R$ 300 por semana só de gasolina, para ajudar e transportar pessoas deficientes. Ainda teve de comprar roupa nova para ir ao evento...
Mesmo na área jornalística, como sabem a TV Globo Minas e o jornal O Tempo, que apoiam a premiação, isso acontece e não há qualquer desmerecimento. Pelo contrário. Mesmo assalariados para exercerem seu dever, quando há um prêmio em dinheiro, tanto os jornalistas quanto os veículos, ambos se empenham. E quem ganha é a causa, a sociedade, todo mundo. É aquela velha e sábia receita. Estímulo e canja de galinha só fazem bem.

Nudez pra saúde


A ONG Peta, especialista em denunciar os maus-tratos em animais, visando as modelos super agasalhadas que arriscam desfilar-se com peles de animais, abusa da criatividade e nudez de suas ativistas. Essa da Lisa Edelstein deitada naturalmente sobre um chão de verduras é de fazer qualquer um aderir à causa.  Todo despir terá de ser mesmo ecológico.

Foto: Divulgação Peta

O mais sustentável


Divulgação
O Santander foi eleito, pela segunda vez seguida, o banco mais verde do mundo pela revista Bloomberg. Venceu 48 instituições financeiras de 19 países por financiar sobremaneira projetos sustentáveis na área de energia. Desde 2009, o banco mensura o consumo e vem reduzindo as emissões de suas agências. Ou seja, dá pra lucrar e ajudar, ao mesmo tempo, a salvar o planeta.

Mergulho marcado

Foto: Omar Freire

Antonio Anastasia se comprometeu em mergulhar de novo no Rio das Velhas: “Vamos todos entrar no rio, em Lagoa Santa, em 2014”, disse o governador. “Vou acompanhá-lo. Se o rio não estiver limpo e eu ficar doente, o Estado terá de me indenizar”, acrescentou o ambientalista Apolo Heringer, idealizador do Projeto Manuelzão. “Eu também, com certeza”, completou Adriano Magalhães, secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Tais promessas aconteceram durante o lançamento da Meta 2014 – “Nadar, Navegar e Pescar”; agora, em todos os rios mineiros – através do Projeto de Revitalização das bacias hidrográficas que compõem a “caixa d´água” do Brasil, com ênfase estratégica na recuperação ambiental em curso do Rio das Velhas.
Vale esperanças e calções renovados. Para saber mais: http://goo.gl/LeFRK

O maior repto contra incêndios



Foto: Osvaldo Afonso Supim
Além de brilhante orador, Antônio Anastasia usou de sua erudição ao lançar o maior plano de ação de combate a incêndios florestais na história ambiental de Minas.
Estado brasileiro, que no ano passado,  foi o mais devastado pelas chamas (90% delas criminosas): “Este repto é para todos os cidadãos, as polícias militar e civil, os empresários, ONGs e forças parceiras. Chega dos incêndios grassarem o nosso Estado, as nossas Unidades de Conservação!”
O chamamento ou desafio que o governador se referiu terá um orçamento recorde de R$ 26 milhões. É quase sete vezes superior à dotação do ano passado, além de outros R$ 9 milhões doados por empresas parceiras, enalteceu o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Adriano Magalhães.
Pela quantidade de viaturas, helicópteros e equipamentos de última tecnologia exibidos ao público, o bom combate este ano promete mudar as estatísticas sombrias. A força-tarefa do Programa de Prevenção e Combate a Incêndios de Minas Gerais (Prev-Incêndio), criada em 2005 e agora impulsionada por Magalhães, com apoio pessoal do governador, é a primeira no gênero na América Latina. Qualquer cidadão pode acioná-la ao primeiro sinal de fogo.Basta ligar 0800 28 32323 que a vida agradece.