Boa ajuda




Foto: Divulgação
Foi o que mais se comentou na entrega do último “Prêmio Bom Exemplo” aos cidadãos que, simples e voluntários, mais ajudam seus semelhantes em Minas. Promovido por instituições e empresas como a Fiemg e a Fundação Dom Cabral, com apoio do Governo do Estado, por que não reconhecê-los e homenageá-los também com prêmios em dinheiro, além de troféus? Rodrigo Barcelos, vencedor top deste ano (leia na página 36), gasta R$ 300 por semana só de gasolina, para ajudar e transportar pessoas deficientes. Ainda teve de comprar roupa nova para ir ao evento...
Mesmo na área jornalística, como sabem a TV Globo Minas e o jornal O Tempo, que apoiam a premiação, isso acontece e não há qualquer desmerecimento. Pelo contrário. Mesmo assalariados para exercerem seu dever, quando há um prêmio em dinheiro, tanto os jornalistas quanto os veículos, ambos se empenham. E quem ganha é a causa, a sociedade, todo mundo. É aquela velha e sábia receita. Estímulo e canja de galinha só fazem bem.
Próxima Postagem
« Prev Post
Próxima Postagem
Próximo Post »
0 Deixe seu comentário!