Emoção na Fundação Dom Cabral

Foto: Osmar Freire
Ao deixar o cargo de presidente há 35 anos da Fundação Dom Cabral, transformando-a na 5ª maior escola de negócios do mundo segundo o ranking da Financial Times, o “professor” Emerson de Almeida, como é conhecido, agradeceu e enfatizou bem humorado sua formação acadêmica: “Eu sou jornalista, sempre fui um bom repórter. Ao invés de cronograma, prefiro personograma.”
Já o administrador de empresa Wagner Furtado Veloso, novo presidente da FDC, também fez uma confissão afetiva. E ainda citou Violeta Parra, ao assumir comovido o comando da instituição: “Eu sou apaixonado pela fundação. Graças à vida por  ter me dado tanto”.
Próxima Postagem
« Prev Post
Próxima Postagem
Próximo Post »
0 Deixe seu comentário!